Como Converter-se ao Islam e se Tornar Muçulmano

Novos Muçulmanos

A palavra “muçulmano” significa “aquele que entrega sua vontade a Deus”, sem distinção de raça, nacionalidade, gênero ou origem étnica. Se tornar um muçulmano é um processo simples e fácil que não exige requisitos prévios. A pessoa pode se converter ao Islam de forma privada ou na presença de outros. Se alguém um verdadeiro desejo de se tornar um muçulmano e uma convicção plena juntamente com uma forte crença que o Islam é a verdadeira religião de Deus, então, todo o que falta fazer é pronunciar verbalmente a “Shahada”, o testemunho de fé, e nada mais. A Shahada é o primeiro e mais importante dos cinco pilares do Islam.

Ao pronunciar o testemunho de fé, ou seja, a Shahada, com fé e convicção, torna-se parte da comunidade de irmãos muçulmanos do Islam.

Ao entrar no Islam buscando sinceramente comprazer a Deus, lhes são perdoados todos os pecados anteriores, e começa uma nova vida de piedade e correção. O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse a uma pessoa que havia colocado a condição de que aceitaria o Islam se Deus perdoasse todos seus pecados:

“Por acaso não sabes que ao aceitar o Islam Deus te perdoa todos teus pecados anteriores?” [Muslim].

Quando alguém aceita o Islam, em essência se arrepende das atitudes e crenças de sua vida anterior. Não é necessário carregar a carga pesada dos pecados cometidos antes de aceitá-lo. É apagado o registro deles, tal como se estivesse recém saído do ventre de sua mãe. Por isso deve tentar o maximo possível em manter seu registro limpo  e esforçar-se em pratica a maior quantidade possível de boas ações.

O Sagrado Alcorão e os ditos do Profeta, conhecidos como hadith, enfatizam a importância de seguir o Islam. Allah diz (significado em português):

“Por certo,, a religião, perante Allah é o Islam (submissão a Allah)”. [Surah Al-Imran 3: 19]

“E quem busca outra religião que o Islam, ela não lhe será aceita, e ele, na Derradeira Vida, será dos perdedores”. [Surah Al-Imran 3: 85]

Em um dito, Muhammad, o Ultimo dos profetas falou:

“Todo aquele que testemunhe que não existe nada digno de adoração exceto Deus, que não possuí associados. E que Muhammad é Seu servo e profeta, e que Jesus é servo de Deus, Seu profeta e Sua palavra que Ele concedeu a Maria. E que Jesus é um espírito criado por Deus; e que o Paraíso existe, e que o Fogo do inferno existe. Deus o fará entrar no Paraíso de acordo com suas ações”.[Al-Bukhari]

Testemunho de Fé (Shahada)

Para converter-se ao Islam e ser muçulmano, a pessoa necessita pronunciar o seguinte testemunho com convicção e entender seu significado:

La ilaha ila Allah, Muhamadan rasulu Allah – لا إله إلا الله محمد رسول الله

Cujo significado é:

“Testemunho que não existe nada com o direito de ser adorado exceto Deus, e que Muhammad é um Mensageiro (Profeta) de Deus”.

Quando alguém pronuncia este testemunho com convicção, se converte em muçulmano. Pode ser feito em privado, porém é muito melhor se feito perante testemunhas de sua comunidade para que eles o ajudem a pronunciá-lo de forma correta.

A primeira parte do testemunho consiste em afirmar a verdade mais importante que Allah revelou a humanidade: Que não existe nada e nem ninguém digno de adoração exceto Deus o Todo-Poderoso. Vemos no Alcorão Sagrado (significado em português):

“E não enviamos, antes de ti (ó Muhammad), Mensageiro algum, sem que lhe revelássemos qu não existe  deus senão Eu; então, adorei-Me”. [Surah Al-Anbia’ 21: 25].

Isto significa que todas as formas de adoração, seja ela orar, jejuar, suplicar ou pedir refugio, por exemplo, devem ser dirigidas a Deus e somente para Deus e mais ninguém. Praticar qualquer forma de adoração a outro que não seja Allah (como por exemplo, um anjo, um profeta, a Jesus, a Muhammad, a um santo, a um ídolo, ao sol, a lua, a uma pedra, a uma arvore) é uma contradição com a mensagem fundamental do Islam e é um dos pecados imperdoáveis para Deus, a menos que a pessoa se arrependa e não volte a praticá-lo antes de morrer. Todas as formas de adoração devem ser dirigidas para Deus unicamente.

Adorar significa realizar ações e pronunciar palavras que agradam e comprazam Deus, coisas que Ele ordenou ou incentivou a fazer, seja através de um texto sagrado ou por analogia. Por tanto, adorar não se restringe somente a pratica dos cinco pilares do Islam, mas também, inclui todos os aspectos da vida do ser humano. Prover alimento a família, dizer palavras de ânimo, carinho e conforto a uma pessoa para alegrá-la também são considerados atos de adoração, se estes realizados com a intenção sincera de comprazer Deus. Isto significa que, para serem aceitos todos os atos de adoração, estes devem ter como principal motivador a sinceridade em conjunto com a intenção de agradas e satisfazer Deus unicamente.

A segunda parte do testemunho significa crer que o Profeta Muhammad também é servo e Mensageiro de Deus. Isto envolve o dever de seguir os ensinamentos do Profeta. Deve acreditar no que ele disse, por tanto, adorar Deus somente de acordo com seus ensinamentos, pois todos os ensinamentos do Profeta foram em verdade revelações e inspirações por parte de Deus.

Deve-se tentar tanto quanto seja possível praticar seus ensinamentos, porque o Profeta foi o exemplo mais sublime de conduta para a humanidade. Disse Allah no Alcorão Sagrado (significado em português):

“E, por certo, és de magnífica moralidade”. [Surah Al-Qalam 68: 4]

“Come feito, há, para vós, no Mensageiro de Allah, belo paradigma (exemplo), para quem espera em Allah, e no Derradeiro Dia, e se lembra amiúde (frequentemente) de Allah”. [Surah Al-Ahzaab 33: 21]

Muhammad foi enviado para implementar de maneira pratica o Alcorão, em suas palavras, ações, legislação e em todos os outros aspectos da vida. A’isha, esposa do Profeta, disse o seguinte quando perguntaram a ela sobre o caráter do Profeta:

“Seu caráter era o Alcorão”. [As-Suiuti]

Apegar-se verdadeiramente a segunda parte da Shahada é seguir seu exemplo em todos os temas e assuntos da vida. Allah disse no Alcorão (significado em português):

“Dize: Se amais a Allah, segui-me, Allah voa amará e vos perdoará os delitos. E Allah é Perdoador, Misericordiador”. [Surah Al-Imran 3: 31]

Também significa que Muhammad é o Ultimo Profeta e Mensageiro de Deus, e que nenhum outro profeta ou mensageiro virá depois dele (significado em português):

“Muhammad não é pai de nenhum de vossos homens, mas o mensageiro de Allah e o selo (ultimo) dos Profetas. E Allah, de todas as cousas, é Oniscinete”. [Surah Al-Ahzaab 33: 40].

Todos aqueles que alegarem ser profetas ou receberem revelações depois de Muhammad serão em realidade impostores, e reconhecer eles como verdadeiros equivale a descrer no Islam.

Damos-lhe a boa vinda ao Islam e felicitamos por tua decisão!

Fonte: Islamweb


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples
About these ads