Força de vontade

É impossível atingir qualquer reforma sem primeiro desenvolver a nossa força de vontade.

Se queremos que nossos jovens sejam capazes de manter suas emoções sob controle, abster-se de excessos, exibem coragem em tempos de dificuldades, e defender a justiça em face da opressão, então temos de perceber que todo o nosso conselho será de nenhum proveito para se eles não temos força de vontade. As pessoas precisam desenvolver sua força de vontade antes que eles possam colocar em prática suas convicções. É preciso força de vontade de uma pessoa para fazer algo difícil, mesmo se ele pense que é para seu próprio benefício. Da mesma forma, é preciso força de vontade para ele evitar a tentação, mesmo quando a pessoa sabe que ceder a essas tentações vai ser prejudicial a ela. Você pode aconselhá-lo durante todo o dia, se você gosta, mas não fará nenhum bem se a pessoa que esta recebendo o seu conselho tem uma fraca força de vontade.

Como, então, podemos cultivar a nossa força de vontade e fortalecê-la?

Considere uma criança querendo aprender a andar de bicicleta. Quando ela começa, ela não pode sequer manter a bicicleta de pé direito, e muito menos avançar com ela. Quando ela começar, ela irá virar a bicicleta descontroladamente para a esquerda e para a direita e, finalmente, acaba indo ao chão. Com muito trabalho duro e perseverança, se obtém o êxito no final. Ela aprende a andar sem problemas e facilmente. Ela ainda aprende a fazer algumas acrobacias com a bicicleta.

O que aconteceu então? A bicicleta definitivamente não mudou – exceto, possivelmente, ficaram-se alguns arranhões e amassados nela. A bicicleta está tão disposta a obedecer seu ciclista como sempre foi. Todas as mudanças foram realizadas com o ciclista e não com a bicicleta.

O mesmo pode ser dito para todos os nossos objetivos na vida. Temos que obter o controle de nós mesmos antes de podermos enfrentar o nosso ambiente. O primeiro passo para isso é desenvolver a nossa força de vontade.

Uma pessoa sem força de vontade é tão frágil quando se trata de problemas da vida, da mesma forma que aquela criança foi quando subiu pela primeira vez em sua bicicleta. Se essa pessoa começa a tentar reforçar sua vontade, ela lentamente, porém certamente virá aprender a mover-se por toda a vida com mais firmeza. E assim, da mesma forma quando o nosso ciclista iniciante teve que tomar o primeiro passo para aprender a andar, a força de vontade pessoa vai precisar de muito trabalho duro e perseverança para superar seus problemas. No entanto, como o tempo passa, a enfrentar os problemas eles irão se tornando mais fáceis e suaves. É por isso que o Profeta (que a paz esteja com ele) disse: “O momento certo para se ter paciência é no inicio de uma desgraça”.

Reforçar a nossa força de vontade nos períodos iniciais é uma batalha árdua, mas uma vez que é ela é reforçada, a vida se tornará muito mais fácil.

Uma pessoa com pouca ou sem força de vontade, sempre resolve em alguma coisa inicialmente, mas logo depois desiste. Ela passa pela vida como um tecelão que constantemente desenlaça seu próprio fio. No entanto, quando uma pessoa realmente toma a frente com determinação até que ela atinja seu objetivo, ela poderá passar novamente por isso porém com muito menos dificuldade.

Um homem piedoso realiza uma boa ação tão facilmente, da mesma forma que um pecador se entrega ao vício. A diferença entre os dois é que o homem piedoso dirigiu a sua força de vontade para a virtude, enquanto o outro se dirigiu para o pecado.

Muitos jovens adquirem maus hábitos sem pensar. Simplesmente seguem o fluxo, sem mesmo pensar que estão somente imitando seus parentes e sem pensar nas consequências de suas ações. Muitos de nossos jovens sucumbem, simplesmente porque eles são fracos no quesito força de vontade.

Imagine um rapaz sentado com um casal de amigos. Eles começam a fumar e convidam a fumar com eles. Inicialmente ele se recusa, mas logo ele é pressionado a fumar. O casal justifica sua ações dizendo que fumar alivia o estresse ou dando alguma outra razão infundada. Assim, o menino dá sua primeira tragada, porém o resultado é irritante e ele não tem nenhum desejo de fumar novamente. No entanto, alguns dias depois, ele se encontra novamente na mesma situação. Desta vez, a irritação do cigarro não é tão ruim. Agora, ele se junta com eles de todo o coração. Outro mau hábito acaba de nascer.

Se este rapaz tivesse força de vontade e caráter no inicio ele nunca teria fumado. É preciso muita força de vontade para resistir à pressão dos colegas, se a tentação em mãos é fumar, beber, ou perseguindo meninas.

Nossa juventude precisa aprender a seguir sua razão, em vez de seus desejos. Eles precisam ter um forte senso de responsabilidade.

Quando uma pessoa fica na cama mesmo que seja por pouco tempo antes da oração Fajr ou pouco tempo antes de ir ao trabalho, ele esta adquirindo o habito da a indolência e da preguiça, e isso é o que enfraquece a sua força de vontade. No entanto, se ele tem um forte sentido de responsabilidade e obedece ao seu intelecto, será capaz de se levantar da cama e fazer o que tem que deve ser feito. A mesma coisa vale para todos os outros aspectos da vida. Se uma pessoa tende para dormir ou à ceder a pressão do casal de amigos, enfraquece tanto a sua mente e sua força de vontade, torna-se menos responsável como pessoa.

As grandes personalidades que lemos na história islâmica, foram pessoas obstinadas que obedeceram suas mentes e não suas fantasias. Construíram a sua força de vontade de trabalhar duro e superar os obstáculos que enfrentavam. Grandes personalidades têm o prazer de resistir à tentação e no sentido de poder e autocontrole que isso lhes proporciona. Nossa história testemunha a um grande número de tais pessoas.

Tome Abu Bakr no momento em que muitos dos árabes viraram as costas para o Islam e se recusaram a pagar o zakat. Muitas pessoas aconselharam Abu Bakr para ser tolerante com eles. No entanto, rejeitou seus conselhos e exigiu que os árabes aceitassem o Islam com sinceridade sem subtrair qualquer pilar dele. Podemos ver nesta sua determinação, sua força de vontade, e sua capacidade de levantar-se em face das mais difíceis circunstâncias.

Considere a posição de Ibn Taymiyah quando o governador queria que ele abandonasse suas opiniões através de um estudo cuidadoso. Quando Ibn Taymiyah recusou-se a fazer, foi preso e torturado, mas ainda se recusou a se retratar. Em vez disso, passou seu tempo na prisão escrevendo livros em que ele explicava e defendia seus princípios e ensinamentos. Quando tiraram suas canetas e papeis, pegou pedaços de carvão e começou a escrever nas paredes. Sua determinação em face da prisão e tortura é um grande exemplo do triunfo da vontade humana sobre a adversidade e seus escritos são um legado duradouro deste triunfo.

A força de vontade é um dos maiores segredos do sucesso. Ao cultivar a nossa força de vontade e fortalecê-la, podemos enfrentar as provas que nos forem apresentadas. Uma pessoa de caráter forte é alguém que pode melhorar a si mesmo e que pode se beneficiar do aconselhamento e orientação dos demais. Por outro lado, uma pessoa sem força de vontade não pode melhorar a si mesmo e não será aproveitado os esforços dos outros para ajuda-lo a melhorar. Antes de mais nada, ele precisa fortalecer-se. Ele precisa tratar sua fraqueza como se trata uma doença e ser ter bastante paciência durante o processo de cura.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples