O Carnaval e Seus Efeitos Negativos

Dado que o carnaval é uma celebração de origem pagã, não é correto que um crente monoteísta o celebre. Todo crente monoteísta de fé sincera, deve estar atento em não cometer atos que desagradem Allah, pois ele deve ter como principal meta de sua vida obedecer a Allah. Ao celebramos o carnaval, estaremos fazendo parte do culto a deuses pagãos e nos rebaixando ao mesmo nível que os idólatras da antiguidade.

É triste ver que, apesar das evidências contundentes onde demonstram o carnaval ser uma festa pagã, prejudicial à sociedade sendo um atentado direto contra a moralidade, a dignidade e aos bons costumes, os líderes de algumas pseudo-religiões que clamam ser monoteístas não manifestarem nada contra essa celebração, se não que a apóiam ou se mostram indiferentes; quando eles em sua qualidade de líderes espirituais deveriam ser os primeiros a zelar pelo bem estar dos seus seguidores, tanto nesta vida como na outra. A Bíblia diz que os bêbados não entrarão no reino dos céus [nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os difamadores, nem os assaltantes hão de possuir o Reino de Deus. - Coríntios, 6: 10]; então, se realmente lhes interessa a salvação de seus seguidores, deveriam proibir expressamente as pessoas consumirem bebidas alcoólicas. Também diz que “os costumes dos povos são uma vaidade” sendo que vaidade é muito mal vista no ponto de vista cristão; pois então, não deveriam usar como pretexto as “tradições e costumes” para permitir a celebração de festas pagãs. E, mais importante ainda, a Bíblia diz que Deus odeia a idolatria e mostra muitos exemplos de povos castigados rigidamente por serem idólatras; se realmente quisessem o bem para as pessoas, deveriam proibir a celebração desta festa que é claramente idólatra desde suas origens e continua sendo na atualidade.

Allah, em sua infinita misericórdia, colocou o ser humano em uma posição privilegiada no Universo e o nomeou Seu representante sobre a criação. Mas o ser humano, em vez de ser agradecido ao seu Senhor, constantemente o desafia e dá as costas, obedecendo aos seus próprios impulsos para satisfazer seus prazeres e rendendo culto a falsos deuses. Se por um pequeno instante e pararmos para pensar em todas as coisas e bênçãos que Allah nos deu, compreenderíamos que mesmo ficando a vida inteira agradecendo Allah, não conseguiríamos.

O Fato de que as pessoas se divertem no carnaval é uma desculpa válida para não prestar atenção a suas origens?

Não, não é uma desculpa válida; porque o fato de que atualmente se dê ao carnaval outro significado ou objetivo (a diversão, a preservação da cultura, gerar recursos financeiros, etc.), não muda em nada sua verdadeira essência: a adoração a deuses pagãos. Se quisermos nos divertir, existem muitas maneiras saudáveis de se fazer, sem ter que participar de um culto idólatra e sem desobedecer a Allah.

Quais são os aspectos negativos do carnaval?

a) A idolatria. Como Já havíamos mencionado, é o principal aspecto negativo do carnaval, já que degrada o ser humano fazendo regressar a um primitivismo espiritual idêntico dos povos bárbaros e ignorantes da antiguidade.

b) O consumo de álcool. Durante a celebração do carnaval há um aumento bastante considerável no consumo de álcool pela população. Este, por sua vez, traz consigo inúmeros problemas sociais, como a violência familiar, a violência nas ruas, a desintegração familiar, intoxicações, acidentes de trânsito, etc.

c) O consumo de drogas. Também há um aumento considerável no consumo de drogas, com conseqüências similares às produzidas pelo consumo de álcool.

d) A fornicação e o adultério. No carnaval e dado não só transito livre para a prática do sexo ilícito, mas também é incentivado inclusive pelas autoridades. A prova disto é que em muitos países o governo ou as autoridades municipais destinam um generoso orçamento, na propaganda e na compra de grandes quantidades de preservativos para serem distribuídos gratuitamente entre as pessoas nesta época. Aparentemente tudo isso tem uma finalidade nobre: o de evitar doenças venéreas; mas na realidade o que ocorre é que, se haviam pessoas que por temor das doenças venéreas e por falta de dinheiro para comprar um preservativo tinham a intenção de absterem-se de cometer fornicação ou adultério, agora já não terá mais o porquê de fazer-lo, pois agora poderá obter um preservativo totalmente grátis. Sendo assim por que abster-se? Desta maneira, os valores e a moral na sociedade se vêem seriamente deteriorados.

e) A proliferação de doenças venéreas. Isto é também uma consequência do ponto anterior. Já que tem muitas pessoas que se excedem no consumo de álcool, a tal ponto de não ser dono de seus atos e serem capazes de cometer os atos mais vergonhosos possíveis. Assim, não é de se surpreender que as doenças venéreas se expandam dentre a população.

f) Gravidez indesejada. Diversos estudos realizados em países que celebram o carnaval demonstram que nove meses depois desta celebração, aumenta consideravelmente o número de nascimentos. A gravidez indesejada é outra das terríveis consequências do adultério e da fornicação. Isto desencadeia um problema muito sério para a sociedade: as crianças de rua. Muitas destas crianças são o produto da gravidez indesejada e terminaram vivendo nas ruas, sendo vítimas de incontáveis sofrimentos.

Rogamos a Allah que nos mantenha longe de todos estes males.

Artigos relacionados:
Carnaval e Suas Origens
Participar das festividades religiosas dos incrédulos

Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples
About these ads