Os Muçulmanos São Fundamentalistas e Terroristas!

Artigo do médico cirurgião Dr. Zakir Naik, fundador da Fundação Islâmica para Investigação, conferencista e sábio em religião comparada.

Pergunta:

Por que a maioria dos Muçulmanos são Fundamentalistas e Terroristas

Resposta:

Esta pergunta é feita frequentemente aos Muçulmanos de forma direta ou indireta, durante qualquer discussão sobre temas religiosos ou mundiais. Os estereótipos dos Muçulmanos são perpetuados em todas as formas nos meios de comunicação, acompanhados por uma ampla desinformação sobre o Islam e os Muçulmanos. Na verdade, dita desinformação é falsa propaganda frequentemente conduz a discriminação e a atos de violência contra os Muçulmanos. Um caso especifico disso é a campanha anti-muçulmana nos meios de comunicação massivos norte americanos que acompanhou o ataque com bomba em Oklahoma, quando a imprensa apressadamente declarou que havia uma “conspiração do Oriente Médio” por de traz do ataque. O culpado foi logo identificado como um soldado das forças armadas americanas.

Vamos analisar esta alegação de “Fundamentalismo” e “Terrorismo”:

1. Definição da palavra “Fundamentalista”.

Fundamentalista é a pessoa que segue e se apega aos Fundamentos da doutrina ou teoria de que é seguidor. Para alguém ser um bom doutor, deve saber, seguir e praticar os Fundamentos da medicina. Em outras palavras, deve ser um Fundamentalista no campo da medicina. Para que alguém seja um bom matemático, deve conhecer, seguir e praticar os Fundamentos das matemáticas. Para que alguém seja um bom cientifico, deve conhecer, seguir e praticar os Fundamentos da ciência. Dever ser um Fundamentalista no campo da ciência.

2. Nem todos os “fundamentalistas” são iguais.

Uma pessoa não pode pintar todos os Fundamentalistas com o mesmo pincel. Uma pessoa não pode classificar todos os Fundamentalistas como bons e maus. Dita classificação de qualquer Fundamentalista dependerá do campo ou atividade na qual é um fundamentalista. Um ladrão Fundamentalista causa dano na sociedade e se torna indesejável. Um doutor Fundamentalista, por outro lado, beneficia a sociedade e ganha dela muito respeito.

3. Estou orgulhoso de ser um Muçulmano Fundamentalista.

Sou um Muçulmano Fundamentalista que, por graça de Allah, conhece, segue e se esforça em praticar os fundamentos do Islam. Um verdadeiro Muçulmano não evita ser um Fundamentalista. Estou orgulhoso de ser Muçulmano Fundamentalista porque sei que os Fundamentos do Islam são benéficos para a humanidade e o mundo inteiro. Não existe um só Fundamento do Islam que cause dano ou estejam contra os interesses da raça humana em conjunto. Muitas pessoas abrigam idéias errôneas sobre o Islam e consideram que muitos ensinamentos do Islam injustos ou incorretos. Isto ocorre devido a um conhecimento insuficiente e incorreto do Islam. Se uma pessoa analisa criticamente os ensinamentos do Islam com uma mente aberta, não poderá negar o feito de que o Islam esta repleto de benefícios, tanto a nível individual quanto coletivo.

4. Significado da palavra “Fundamentalista” segundo o dicionário.

De acordo com o dicionário Webster, “Fundamentalismo” foi um movimento do protestantismo norte-americano que surgiu na primeira parte do século XX (20). Foi uma reação ao modernismo e fez ênfase na infalibilidade da Bíblia, não somente em questões de fé e ética, senão que também como registro histórico literal. Deu ênfase a crença na Bíblia com a palavra Literal de Deus. Assim pois, Fundamentalismo foi uma palavra utilizada inicialmente por um grupo de Cristãos que acreditavam que a Bíblia era a palavra literal de Deus sem erros, nem falhas.

De acordo com o dicionário Oxford, “Fundamentalismo” significa “a manutenção estrita das doutrinas ancestrais de qualquer religião, especialmente o Islam”.

Hoje em dia a pessoa que utiliza a palavra Fundamentalista, pensa que um Muçulmano é um Terrorista.

5. Todo Muçulmano deve ser um Terrorista.

Todo Muçulmano deve ser um terrorista. Um Terrorista é uma pessoa que causa terror. No momento que um ladrão vê a policia fica aterrorizado. Um policial é um Terrorista para o ladrão. De maneira similar, cada Muçulmano deve ser para os elementos anti-sociais da sociedade, como os ladrões, estupradores e mafiosos. Sempre que uma pessoa destes elementos anti-sociais enxergam um Muçulmano, deve aterrorizar-se. É certo que a palavra “Terrorista” geralmente é utilizada para uma pessoa que causa terror dentre as pessoas comuns. Porém um verdadeiro Muçulmano deve ser um terrorista para certas pessoas, como os elementos anti-sociais, e não para as pessoas comuns e inocentes. Sem duvida, um Muçulmano deve ser fonte de paz para as pessoas inocentes.

6. Diferentes tratamentos dados a mesma pessoa pelo mesmo ato, ou seja, “Terrorista” e “Patriota”.

Antes de a India tornar-se independente da dominação britânica, alguns lutadores pela liberdade da índia que se inscreveram a não violência foram rotulados como “Terroristas” pelo governo britânico. Estes mesmo indivíduos foram elogiados pelos indianos pelas mesmas atividades e foram proclamados pelo mesmo conjunto de ações. Por um lado eram chamados de “Terroristas” e por outro “Patriotas”. Os que acreditavam que o Reino Unido tinha o direito de governar a Índia chamaram estas pessoas de “Terroristas”, enquanto aqueles de opinião que o Reino Unido não tinha direito de governar a Índia os chamavam de “Patriotas” e lutadores pela liberdade.

Por isso, é importante que antes de julgar uma pessoa seja imprescindível dispor de um julgamento justo. Ambos os lados que argumentam devem ser escutados, a situação deve ser analizada, a razão e a intenção da pessoa devem ser postas em conta, e na continuação a pessoa pode ser julgada em conformidade.

7. Islam significa Paz.

A palavra “Islam” deriva da palavra “Salaam – سلام” que significa “Paz”. É uma religião de paz cujos fundamentos ensina a seus seguidores a manter e promover a paz em todo o mundo.

Então, todo Muçulmano deve ser um “Fundamentalista”, ou seja, deve seguir os “Fundamentos” da religião da “Paz”: o Islam. Deve ser um “Terrorista” para os elementos anti-sociais apenas para promover a paz e a justiça na sociedade.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples