Os Demônios da Moda

Louvado seja Allah que enobreceu o ser humano, o colocou em uma posição privilegiada sobre todas as demais criaturas e criações, abençoou-nos com uma legislação única que garante o sucesso e a felicidade neste mundo e no outro sempre quando cumprido com suas disposições.

Allah, o Todo-Poderoso, nos favoreceu ao estabelecer dois tipos de roupas, uma interna e outra externa para nos enfeitar. Com o primeiro enfeitam nosso coração e com o segundo cobrimos nossa nudez, a Taquah [piedade, temor de Allah] embeleza os nossos coração e milhares de materiais e texturas adornam nosso corpo. Allah diz [significado em português]: “Ó filhos de Adão! Com efeito, enviamos para vós vestimentas, para cobrir vossas partes pudendas e como adereços. Porém a vestimenta do pudor é a preferível! Isso é um dos sinais de Allah, para que meditem”. [Surah Al-‘Araf 7: 26].

A piedade e o temor a Allah geram em nosso ser a rejeição pela indecência causada pela mostra parcial ou total das partes do corpo que devem ser cobertas. Uma pessoa que não tem Taquah, não se importa em mostrar aos outros, não tendo decência, modéstia e decoro. Allah Advertiu o homem sobre o seguir as insinuações do Iblis [Satanás] e seguir os seus passos e de seus seguidores que procuram apagar qualquer vestígio de vergonha na pessoa e no seu comportamento, disfarçando a nudez e imoralidade com termos como: a elegância, o bom gosto, a distinção, a sensualidade, a modernidade, entre outros; todos esses significados são reunidos em uma palavra usada hoje em dia: “moda”. Disse Allah [significado em português]: “Ó filhos de Adão! Que Satanás não vos seduza como seduziu vossos pais [Adão e Eva] no Paraíso, fazendo-os sair dele, despindo-os de suas roupas, fazendo-os ver suas partes pudendas! Ele [Satanás] e seus asseclas vos espreitam de onde não os vedes. Sem dúvida que temos designado os demônios como amigos dos incrédulos”. [Surah Al-‘Araf 7: 27].

Qualquer um que dê uma olhada no que está acontecendo agora perceberá que muitas pessoas têm sido enganadas por essas palavras cujos significados são muito agradáveis, porém mais perigosos do que flechas envenenadas. A elegância e o bom gosto têm sido usados para fazer o Haram [proibido, ilícito] se tornar Halal [permitido, licito], desperdiçando tempo e dinheiro. O grupo de pessoas que foram mais afetados por estas idéias são as mulheres, não só porque elas são as maiores gastadoras e estão inclinadas a última palavra em moda, mas porque os modelitos de roupas lançados hoje tem uma só finalidade: despir-la, torná-la mais atraente aos olhos dos homens, transformá-la em manequim, ser usada como objeto para qualquer coisa…

Moda que tanto apreciam e muito defendem, fez muitas de nossas esposas e filhas usarem vestidos que mostram suas costas, o colo, a barriga e outras partes do corpo. Infelizmente, vemos como tem se tornado comum para muitas irmãs o uso de vestidos curtos, colados ao corpo e até mesmo transparentes. Embora não estejam completamente nuas, a tentação gerada por eles é maior do que se propriamente estivessem totalmente desnudas [não queremos que estas palavras sejam mal interpretadas e utilizadas para dizer que estamos tratando a mulher como uma causadora de tentação para o homem, e que eles são umas pobres vítimas, pois eles, os homens, são responsáveis por deixarem suas filhas, esposas, irmãs, e/ou mães usarem tais roupas e as sepultarem nesta destruição. Portanto, não é somente culpa da mulher onde na maioria das vezes, ela taxada como a única responsável de tudo isso por estar usando esse tipo de roupa. O homem também tem seu alto grau de responsabilidade ao não orientar sua família, ao não andar com o olhar baixo e ao freqüentar locais onde o mal é uma tentação para cometer e espalhar ações e atos ilícitos. Além disso, o homem embora não deva cobrir todo seu corpo da mesma forma que a mulher, não quer dizer que deva sair por ai vestindo camisas apertadas, calças caindo da cintura aparecendo suas roupas intimas, entre outros absurdos vistos hoje em dia para assim chamar a atenção das mulheres]. Este tipo de vestuário é Haram [proibido, ilícito] para ambos, o Profeta Muhammad [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: “Dois tipos de pessoas serão lançados ao fogo e não as verei: “Aqueles que fustigam a pessoas com chicotes, as mulheres que se vestiam, porém continuavam nuas e andavam de forma sensualidade. Estas, não entrarão no Paraíso e nem sentirão seu aroma”. [Muslim].

Outra forma agravante da moda é o fato de que grande parte das roupas que são desenhadas não respeita as características e peculiaridades de masculinidade ou da feminilidade especifica para cada sexo, ou seja, o que é pretendido com isso simplesmente é se mostrar aos homens e mulheres e vice-versa. Os penteados, cortes de cabelo, tratamentos e até mesmo produtos de beleza exclusivos para um sexo em particular, não respeitam as orientações da própria personalidade do homem ou da mulher. Hoje em dia número de homens que freqüentam os salões e centros de beleza para aplicar e fazerem tratamentos que se aplicam apenas as mulheres como, por exemplo, maquiagens, depilação das pernas, peito e costas, sobrancelhas, e por ai vai; alguns chegam ao absurdo de ir a clinicas medicas para fazer aplicações de silicone em diversas partes do corpo, tudo isso em nome da beleza estética e do modismo atual pregado pela mídia. Ibn ‘Abbas [que Allah esteja satisfeito com ele] disse: O Profeta Muhammad [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] amaldiçoou os homens que procuram assemelharem-se as mulheres, e mulheres que querem se parecer com os homens”. [Al-Bukhari]. Abu Hurairah [que Allah esteja satisfeito] disse ainda: “O Mensageiro de Allah [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] amaldiçoou o homem que veste roupas de mulher, e a mulher que veste dos homens”. [Abu Daud].

Os modelos que uma pessoa segue e impõe a si mesma, pode levar ela a agir de forma contrária às suas crenças e valores, gerando assim grandes problemas de personalidade e uma série de outros complexos. Usar roupas que não cumprem o código de vestimenta do Islam leva o muçulmano parecer-se com os não-muçulmanos ou pessoas, que ainda sendo de origem muçulmana, estão se comportando de forma condenável. Disse o Profeta Muhammad [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele]: “Aquele que imita um povo [costumes e valores] é um deles”. [Ahmad e Abu Daud]. O problema não se limita a essas pessoas que externamente imitam ou se assemelham aquelas pessoas de moral duvidosa ou descrentes, o mais prejudicial é que a personalidade adquire conotações de comportamento imitador. Além disso, muitos têm chegado ao ponto do ridículo, vemos algumas roupas, vestidos, penteados e cortes de cabelo, que ao invés de resguardar o que deve ser coberto ou seguir qualquer padrão de estética natural, são horríveis, de mau gosto e extravagantes. Alguns muçulmanos e muçulmanas que caíram nessas ondas da modernidade argumentam que o fato de se vestirem como pessoas que seguem outras crenças ou cuja moral é questionável, não significa que eles sejam iguais a eles, porque o que mais importa é aquilo que está dentro do coração, mas esquece que a fé não é apenas algo interno; para que isso seja verdadeiro e realmente comprove se ele existe, deve ser exteriorizado por meio das palavras e das ações, ou seja, obedecendo às regras gerais de comportamento no Islam, nem mais nem menos.

Outras pessoas não apenas imitam hábitos alheios aos seus, se não que, buscam chamar a atenção para isso. Algumas pessoas gostam de ser o foco das atenções aonde quer que estejam querem se mostrar famosos, e que todos os olhares fiquem focados e direcionados para ele, por isso se vestem de uma forma “única” que mostre a posição social e econômica que pertencem; mas a única coisa que demonstra essa pessoa através desse comportamento são grandes problemas psicológicos, emocionais de auto-estima e, além disso, a exposição ao castigo mencionado pelo Profeta Muhammad [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] na história transmitida por ‘Umar ibn Abdullah [que Allah esteja satisfeito com ele e seu pai] onde encontramos: Quem use uma roupa para ser o centro das atenções nessa vida, Allah fará vestir um traje humilhante no Dia da Ressurreição, o qual fará queimá-lo no fogo [do inferno]”. [Abu Daud e Ibn Majah].

Se arrumar, embelezar-se e vestir-se bem não é ruim nem é um assunto proibido no Islam, ao contrário, é algo que o Islam convoca as pessoas a praticarem, é claro, sempre e quando nos apeguemos ao código onde Allah e Seu Profeta estabeleceram. ‘Abdulllah ibn Mas’ud [que Allah esteja satisfeito com ele], relatou que o Mensageiro de Allah [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] disse: “Não entrará no Paraíso que tenha no seu coração orgulho, embora este seja igual ao peso de um átomo”. Um dos presentes disse: “Mas as pessoas gostam de usar boas roupas e bons calçados”. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] respondeu: “Allah é Belo e Ama a beleza, o orgulho é rejeitar a verdade e ser desagradecido”. [Muslim]. Allah, o Todo-Poderoso diz [significado em português]: “Ó filhos de Adão, revesti-vos da vossa melhor roupa quando fordes às mesquitas; comei e bebei; porém, não vos excedais, porque Ele não aprecia aqueles que desperdiçam”. [Surah Al-‘Araf 7: 31].

Para que os demônios da moda não toquem e entrarem em nossas casas e em nossa sociedade, devemos unir esforços para combater os seus efeitos, atraente, porém enganadores, caso contrário, nós e nossas famílias ficaremos expostos em grande perigo que terminará corroendo e corrompendo tudo o que é de bom que ainda temos. O principal objetivo no qual esses demônios focam são as mulheres, pois eles sabem muito bem que elas desempenham um papel fundamental na sociedade islâmica, pois as mulheres educam e nutrem a sociedade com novos indivíduos, ela é a principal base que o sustenta, assim, se forem corrompidas, estaremos perdidos.

A natureza da mulher é fraca frente à vaidade, por este motivo é muito fácil influenciá-la, exceto aquela que fortaleceu a sua fé em Allah, a que emana conhecimento de sua religião e prática consciente suas obrigações. A responsabilidade de protegê-la recai sobre as costas de quem Allah designou como seus responsáveis, os pais em primeira instância, em seguida os irmãos, tios e maridos; este é um direito que elas têm e uma obrigação a qual determinará o sucesso do homem Nesta Vida e na Outra. Allah diz [significado em português]: “Ó fiéis, precavei-vos, juntamente com as vossas famílias, do fogo, cujo alimento será os homens e as pedras [estatuas], o qual é guardado por anjos inflexíveis e severos, que jamais desobedecem às ordens que recebem de Allah, mas executam tudo quanto lhes é ordenado”. [Surah At-Tahrim 66: 6].

As opções disponíveis para os homens em proteger as mulheres que estão sob sua responsabilidade – sejam suas filhas, irmãs, sobrinhas ou esposas – são várias. Mas a principal depois de uma educação adequada com base em princípios islâmicos, é cortar pela raiz qualquer meio pelo qual possa entrar essa perversão. Os meios de comunicação desempenham um papel essencial na promoção da moda no mundo, muitas estações de televisão que transmitem ao vivo e direto o lançamento de uma nova coleção, sem reparar nos danos que pode causar ao público que segue: mulheres seminuas desfilando diante dos olhos de milhares de espectadores. E o que dizer sobre as revistas “especializadas” em matéria de beleza, lojas de roupas e salões de beleza, que exibem imagens atrativas as imprudentes, fazendo com que elas caiam rendidas ante aos “encantos”, que em verdade são mentiras da moda. Por isso é muito importante cultivar nas meninas desde pequenas, a rejeição desse tipo de comportamento de uma forma consciente, completa e edificante.

É verdade que em muitos lugares, para não dizer todo o mundo, é impossível mudar o que transmitem esses meios de comunicação social, lojas e centros de beleza mostram. Porém ao vermos as reais condições atuais em que estamos devemos ter em conta que as portas do conselho estão sempre abertas, por isso devemos recordar aos responsáveis destes, que Allah os adverte quando nos diz [significado em português]: “Sabei que aqueles que se comprazem na disseminação da obscenidade entre os que crêem, sofrerão um doloroso castigo neste mundo e no outro; Allah sabe e vós ignorais”. [Surah An-Nur 24: 19].

Não podemos ser negligentes perante este enorme problema e nos juntarmos à lista de pessoas inúteis que não fazem absolutamente nada em relação a esse e outros temas, alegando simplesmente que a maioria das pessoas hoje é assim. Isso em verdade é fugir de suas responsabilidades e definitivamente não é uma desculpa valida. Sendo responsável por nossas mulheres devemos estar cientes de tudo que entra e sai de nossas casas, ou seja, devemos estar conscientes dos programas de televisão, revistas, sites da internet, e também o que leem os jovens e os idosos; estar alerta quanto às roupas que compram e usam, e ter a coragem de nos impor quando necessário. Lembre-se que o Profeta Muhammad [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele], disse: “Qualquer governante que rege uma comunidade de muçulmanos e morre enganando-os, Allah lhe proibirá o Paraíso”. [Al-Bukhari]. A palavra “governante” não é apenas referida autoridades nacionais ou civis que regem um estado, isso envolve todos aqueles que têm uma responsabilidade sobre as pessoas, ou seja, o pai e sua família da mesma forma. A palavra “enganando-os” tem um significado mais amplo que vai além do simples fato de não ter se preocupado em transmitir uma educação correta, saudável e justa, tal como Allah e Seu Profeta nos indicaram.

Da mesma forma, deve ser lembrado que a educação das meninas com responsabilidade e cuidado, é uma das razões pelas quais Allah pode nos agraciar com Paraíso e proteger-nos do castigo do inferno. Disse o Profeta Muhammad [que a paz e as bençãos de Allah estejam com ele]: A quem for concedido filhas e este as educa corretamente, elas servirão como uma proteção do fogo do inferno”. [Al-Bukhari e Muslim].

Finalmente, não temos mais do que esclarecer que, embora as últimas palavras fossem dirigidas aos cuidados que devem ser tomados em relação às mulheres, isso não significa que os meninos podem fazer o que quiserem a qualquer momento simplesmente porque a ser homens. Eles também estão expostos ao mal, portanto, devemos dedicar o mesmo cuidado e dedicação a eles da mesma forma como é feito com as meninas. Nós apenas pendemos nessa última parte as mulheres por elas serem as que mais ameaçadas e a que mais sofrem desse perigo sobre o assunto em questão, e por elas estarem mais envolvidas em temas relacionados à moda; além do mais porque é óbvio que muitos pais são negligentes frente à educação de suas filhas.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples