Ramadan e os Laços Familiares

Palavras de Aconselhamento » Crianças & Família

Ramadan nos proporciona muitas oportunidades únicas para unir a família e fortalecer o dos laços familiares. O Ramadan fortalece a nossa fé religiosa de uma forma que une os corações das pessoas em um só.

A leitura do Alcorão

Quando os membros da família, jovens e velhos, homens e mulheres, todos eles passam um tempo em casa lendo o Alcorão, isso fornece um prazer especial e traz um compromisso renovado de adotar seus nobres ensinamentos em nossas vidas.

Os pais devem, por conseguinte, incentivar os filhos a ler o Alcorão durante o Ramadan, se possível, do começo ao fim. A família toda deve participar na leitura do Alcorão em um espírito de busca das bênçãos de Allah e devem suplicar a Allah juntos como uma família. Isto é um momento especial, principalmente quando qualquer membro da família completar a leitura do Alcorão na íntegra.

Ibn Uthaymin nos informa que: “Reunir-se em casa quando alguém termina de ler o Alcorão na sua totalidade tem sua base na prática dos Companheiros. Conta-se que quando Anas ibn Malik concluída a leitura do Alcorão, reunia sua família unida e ofereciam súplicas”.

Neste sentido, An-Nawawi escreve em Al-Tibyan: “É muito recomendado assistir o encontro quando uma pessoa completa a leitura do Alcorão”.

Iniciando e quebrar o jejum

Toda a família se reúne unida à mesa antes do amanhecer para apreciar sua refeição da manhã, antes no início do jejum. Fazem-no novamente no por do sol para quebrar o jejum. Este é um encontro único e especial, pois é fundado na fé e obediência a Allah. É o começo e o termino de um ato de adoração. Estes dois encontros à mesa são tempos de bênçãos e suplicas, da mesma forma são momentos de alegria contagiante. Essa é uma doce experiência para a família ao compartilhar este momento juntos.

É um momento em que nossas suplicas são respondidas. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] disse: “Uma pessoa que esta em jejum e no momento de quebrá-lo oferece uma súplica, está não será recusada”. [Sunan Ibn Majah – autenticado por Shu’ayb Al-Arna’ut].

Caridade

Existe uma grande oportunidade para a união familiar através da caridade. Quando um adulto da família sai para fazer caridade aos parentes pobres ou estrangeiros, ou para os centros de caridade, ou seus irmãos e irmãs de fé necessitados, entre muitas outras situações, ele deve efetivamente envolver seus filhos nessa ação solidária. Isso dá às crianças um senso de importância e de participação real.

Da mesma forma, as crianças podem participar na arrumação das mesas, na preparação de refeições e na prestação de ajuda para que os pobres possam quebrar seu jejum. Estas atividades ensinam aos nossos jovens sobre o amor que os seres humanos devem ter uns pelos outros e isso também reforça o seu sentimento de fraternidade com os seus irmãos muçulmanos. É também uma forma de desenvolver o caráter e o remédio para as tendências egoístas que as crianças possam ter num futuro próximo.

Além disso, devemos ensinar, lembrar e recordar os nossos filhos que tudo aquilo que for gasto com sinceridade e bondade para comprazer Allah, sabemos que Allah nos recompensará com algo melhor, algo infinitamente melhor.

Uma vez, trouxe homem um camelo agarrando firmemente pelo cabresto e o doou em caridade, logo disse: “Isto é pela causa de Allah”. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] disse: “No Dia do Juízo Final, terás 700 camelos, todos eles firmemente agarrados pelo cabresto”. [Sahih Muslim].

Aprender a paciência

O Ramadan é um tempo para a melhoria de nós mesmos, para a aprendizagem do autocontrole, consideração com os demais e obter o controle sob os nossos desejos. O primeiro lugar que devemos colocar esses valiosos conhecimentos em prática é em nossos lares.

O mês de jejum é um momento em que sujeitamos nos nossos desejos, começando com a restrição da vontade do comer e beber. Quando jejuamos, também nos esforçamos em tratar as outras pessoas com bondade e generosidade, exercitar a moderação em nossas relações interpessoais, especialmente quanto as nossas divergências.

Nosso Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] nos ensina que quando alguém nos insulta ou tenta instigar uma discussão com a gente quando estamos em jejum, devemos dizer: “Estou jejuando, estou jejuando, estou jejuando”. [Sahih Al-Bukhari e Sahih Muslim]. Desta forma mostramos que não vamos discutir. Em hipótese alguma retornaremos o mau comportamento para essa pessoa. Este é o Ramadan, quando os demônios são presos e tem suas ações limitadas, e nós apenas queremos competir com outros praticando e demonstrando maior bondade, boa vontade e generosidade.

Allah nos diz [significado em português]: “E o bom e o mau não se igualam. Revida [o mau] com o que é melhor: então, eis aquele entre o qual e ti há inimizade, como intimo aliado”. [Surah Fussilat 41: 35].

O Ramadan nos ensina a paciência e a tolerância, mesmo quando vemos outros fazerem o que nos desagrada. Isto é ainda mais verdade quando tais fatos acontecem com aqueles mais próximos e queridos por nós.

O Ramadan é um tempo especial que nos convida como maridos e esposas para ver a beleza e a bondade em nossos parceiros de vida, dando ênfase em suas boas qualidades. O Profeta [que a paz e as benções de Allah estejam com ele] aconselhou os maridos: “Um crente nunca deve desprezar uma crente. Se não gosta de algum aspecto de sua personalidade, certamente estará satisfeito com o outro”. [Sahih Muslim]

O Ramadan é um tempo especial que conclama os maridos e as esposas para expressarem o amor aos seus cônjuges, e como pais expressarmos nosso amor aos nossos filhos. Podemos ver isso na recompensa dada por Allah quando fazemos algo de bem para nossa família. O Profeta [que a paz e as benções de Allah estejam com ele] disse: “Uma moeda que é gasta no caminho de Allah, ou para libertar um escravo, ou para ajudar os pobres, ou para prover a sua família, a maior ação dentre todas elas em bênçãos é a que você gasta com sua família”. [Sahih Muslim]

Quando nos reunimos como nossa família a mesa no Ramadan, nosso amor e respeito pelos outros familiares deve ser mais visível ainda. Toda a bondade, não importa quão pequena seja, é abençoada. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: “Tudo aquilo que você gastar é caridade, inclusive levar um pouco de comida aos lábios de sua esposa.” [Sahih Al-Bukhari].

O Ramadan é uma oportunidade para que os membros da família possam renovar seus compromissos com os outros familiares, para corrigir seus erros anteriores, perdoar uns aos outros e virar uma nova página em branco. Isso é fácil durante o mês do Ramadan, o mês que reúne a todos em jejum e devoção.

Fonte: Islamtoday


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples