5 Breves Conselhos a uma Nova Muçulmana

1. Ter a intenção de mudar por Allah.

Ao abraçar o Islam temos uma  mudança profunda na vida do ser humano, por isso devemos compreender bem o que estamos fazendo e para quem estamos fazendo. Não fazemos devido ao novo muçulmano, nem pela amiga ou amigo muçulmano, de modo a atribuir um ato ou ação a alguém ou para alguém. Fazemos e ajudamos as pessoas Unicamente por Allah! Nossa mudança interna e externa é feita unicamente por Allah! Por isso, entender o monoteísmo e o verdadeiro significado de quem é Allah e do que Ele que de nós é fundamental ao iniciar nossa nova vida no Islam…

2. Aprender e praticar.

Por sermos novas no Islam, é apresentada perante nós uma etapa desconhecida na vida, é uma troca, um processo de mudança. Portanto, devemos tratar de encher nossa nova vida com coisas côas e positivas, apagar tudo o que é de ruim de passado, zerar tudo e iniciar uma nova vida. Devemos aprender o correto e de forma correta, abrir nossa mente a coisas que no momento possivelmente não possamos entender ou assimilar, porem pouco a pouco, galgando degrau por degrau ao longo do tempo, iremos compreender o porquê das coisas. Esta é a razão pela qual devemos fazer o esforço (jihad) em aprender tudo o que esta relacionado ao Islam, com as pessoas sábias, corretas, que estudaram o Islam com uma maior profundidade em faculdades e o praticam fielmente. Logo devemos colocar esse conhecimento obtido em prática dentro da nossa vida diária da mesma forma.

3. Juntar-se com irmãs virtuosas e de boa conduta e moral.

Hoje em dia conhecemos freqüentemente muitas irmãs através da internet, nas mesquitas ou salas de oração. Todavia, a boa muçulmana buscará sempre a companhia de irmãs virtuosas que praticam o Islam como ele é, e tendo nelas boa moral e ética. Isso faz com que elas se convertam na mais doce companhia, além disso, ao juntar-se com as irmãs virtuosas, aprendemos de forma rápida, correta e mais facilmente esse sistema de vida. Através das conversas, da pratica da tolerância, das reuniões usualmente acompanhadas de um bom café ou chá com biscoitos, expomos nossas duvidas para nossas irmãs que sempre estejam dispostas a dissipar nossas duvidas.

4. Dedicação e paciência.

No Islam existem infinitas coisas para se aprender e entender, e muitas vezes parece que nunca poderemos aprender o básico e fundamental como a oração, algumas suras do Alcorão, suplicas, ahadices, etc. Frequentemente nos desesperamos e deixamos a aprendizagem de lado por um momento, porém devemos não podemos nos desesperar. Devemos recordar sobre cada esforço (hijad) que fazemos, mesmo que seja o mínimo que for – e o que dirá do máximo – iremos receber a recompensa de Allah. Temos de recordar também que a vida nela mesma é uma aprendizagem que termina somente quando morremos, por isso, devemos levar ela com calma e pensar que pouco a pouco se aprende. Caso algo no caminho der errado, certamente em inúmeras oportunidades acontecerá da forma como queremos – se Allah quiser. Assim sendo, devemos praticar a paciência com nós mesmos para que assim tudo ocorra correta e perfeitamente.

5. Apegar-se de alma e coração a nosso grande tesouro. O Caminho de Allah.

Seguidamente conhecemos irmãs que abraçam o Islam e isso nos enche de felicidade, porém da mesma forma sabemos de irmãs que abraçam o Islam e logo após se esquecem dele ou até mesmo abandonam o Islam – que Allah nos livre disso. Devemos fixar e deixar bem claro em nossa mente que: nosso sistema de vida é de Allah e somente a Ele louvamos e colocamos em pratica… não é pelo noivo, ou devido a novelas e filmes, culturas, querer se destacar, por status, poder, modismos atuais, etc… Devemos ter bem claro que o Islam é para sempre, por esta razão devemos pedir sempre para que Allah nos faça morrer como muçulmanos. Muitas vezes o trabalho, uma desilusão de amor, péssimos muçulmanos algumas vezes conhecemos, uma má imagem de uma pessoa ou uma simples piada de mau gosto, ainda mais com o acréscimo da pressão e opressão familiar e social, terminam nos afastando pouco a pouco de tal maneira que esquecemos ou deixando-nos o Islam como uma etapa que passou em nossa vida. Lembre-se frequentemente: O Islam é para sempre!

Ao mesmo tempo devemos ter em conta que nossa religião, nosso sistema de vida, nossa crença, é o mais belo que podemos ter em nossas vidas, o Islam é nosso tesouro e por isso devemos cuidar devido ao grande valor que possuí. É nosso passaporte para outra vida de felicidade e eterna e nada deve interferir nessa harmonia entre Allah e nós. Isso é o que mais devemos apreciar no Universo e absolutamente NADA deve ser um meio para nos afastar do Islam, e abdicarmos do melhor para algo infinitamente pior.

Apegar-se e lutar sempre, seja lá o que ocorrer, aconteça o que acontecer, para permanecer sempre no caminho de Allah, é o mais sagrado que temos nesta vida.

E que Allah nos mantenha em Sua obediência até o fim de nossa vida.