O que é Ibadah (adoração)?

Em geral, é toda a acção externa ou interna que se pratica para agradar a Allah[1], como: a oração, o jejum, a caridade, a peregrinação; ou o pedido de algo que não esteja ao alcance duma criatura, por exemplo; a cura duma doença, chuva, sustento, socorro nas horas de aflição, recear, depositar confiança ou esperança e muitas outras formas, dependendo das circunstâncias em que a pessoa se encontra. Ultrapassa-se assim o preconceito que existe em muita gente de que a Ibadah (adoração) é apenas Salah (oração).

É também imprescindível saber que os politeístas e descrentes que combateram e criaram todo tipo de hostilidades ao profeta Muhammad (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e aos seus companheiros, assim como fizeram tudo o que estava ao seu alcance para banirem a religião islâmica. Reconheciam que somente Allah é o Criador e Sustentador de tudo, mas isso não fez com que ficassem muçulmanos sem que deixassem as suas convicções e aderissem à Unicidade de Allah.

Então reflitamos sobre os pretextos dos Mushrikin (politeístas) usados em todos os tempos e lugares.

“E adoram, em vez de Allah, o que os não pode prejudicar nem beneficiar, e dizem: “esses são os nossos intercessores junto de Allah” Diz: informareis vós a Allah aquilo que ele não conhece nos céus e sobre a terra? Glorificado E Exaltado daquilo que eles Lhe associam”. (Alcorão 10: 18)

Finda a primeira parte desta brochura (impresso), que foi dedicada à análise geral do Tauhid, vamos entrar agora na segunda parte e apresentar alguns temas de manifestação do Shirk que constituem o quotidiano na nossa região e em várias partes do mundo.


[1] Nota do tradutor e editor: Conforme descrito por Allah e ensinado pelo Seu mensageiro no Alcorão e na Sunnah.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples