Como devemos tratar uns aos outros

Palavras de Aconselhamento » Relações Interpessoais

O Islam nos ensina como deve ser nossas relações com os outros. O princípio mais sério a ser adotado a esse respeito é o de amar e odiar pela causa Allah. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: “Quem ama pela causa de Allah, e odeia pela causa de Allah, doa pela causa de Allah, proíbe pela causa de Allah, efetivamente aperfeiçoou a sua fé”.

Este é o mais importante princípio que deve reger nossas relações interpessoais. Ele garante que as nossas relações com outras pessoas não sejam baseadas em interesses pessoais ou segundas intenções. Um muçulmano não pode apenas pensar: O que posso tirar dele? Tais relacionamentos superficiais continuam apenas enquanto houver algum benefício pessoal a ser obtido e chega ao fim quando os interesses são concluídos.

Por outro lado, uma relação baseada no amor pela causa de Allah é um relacionamento duradouro que nunca chegará a um fim, nem mesmo com a morte. Ele continuará para sempre. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: “Existem sete que Allah vai com a sua sombra no dia em que não haverá sombra, porem sua sombra… “e citou entre eles:”… dois homens que se amam por amor a Allah, que se encontram e se despedem somente por esta razão”. [Sahih Al-Bukhari e Sahih Muslim].

Ibn Hajr, em seu comentário sobre esse hadith, deixa claro que, embora sejam mencionados os homens no relato, as mulheres certamente estão incluídas em seu significado.

Existem inúmeros direitos que as pessoas têm sobre as outras. Esses direitos que ajudam a moldar os nossos relacionamentos. Gostaríamos de mencionar rapidamente oito desses direitos que nós, como os muçulmanos devemos nos esforçar seriamente a colocá-los em prática nas nossas relações com os outros. Reforçaremos isso com exemplos práticos da vida de nossos predecessores piedosos, os Salaf.

1. O direito financeiro que temos uns com os outros. Temos o dever de fornecer apoio financeiro para alguém que está passando por necessidade. No entanto, sem trazer prejuízos para nós mesmos ao fazê-lo.

O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] nos informa que Allah disse: “Meu amor tornou-se obrigatório para aqueles que fazem caridade aos demais por minha causa”.

Yazid b. ‘Abd Al-Malik disse: “Eu me sinto envergonhado diante de Allah pedindo que conceda o Paraíso para um dos meus irmãos e depois me sentir mesquinho ao dar a eles uma moeda de ouro ou prata”.

2. Devemos também fornecer alimentos e roupas para aqueles que deles necessitam. Que Allah abençoe Abu Sulaiman Ad-Darani que disse: “Se toda a vida deste mundo estivesse contida nesse pedaço de comida que esta em minha mão…, em seguida, um irmão se aproximou de mim e disse: eu gostaria de dar-lhe desse bocado. Ele também disse: “Eu posso colocar um pedaço de alimento na boca do meu irmão e encontrar o seu gosto na minha boca”.

3. Devemos igualmente apoiar uns aos outros com nossos esforços físicos e trabalho. Devemos sempre estar dispostos a dar uma mãozinha e fazer algo para o bem da outra pessoa.

Muhammad b. Jaf’ar disse: “Eu prontamente faço o que meus inimigos querem que eu faça, porque detesto deixar eles desapontados comigo”. Se este foi o tratamento com nossos inimigos… Então, como deve ser nossa conduta com nossos amigos?

4. Temos expressar nossos sentimentos de boa vontade aos outros. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] disse: “Se algum de vós ama alguém, então diga a ele!”.

Também é correto defendermos a honra do próximo quando alguém tenta falar mal dele ou dela. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] disse: “Quem defende a reputação de seu irmão muçulmano terá o direito de que Allah o defenda do Inferno no Dia do Juízo”.

5. Devemos perdoar e desculpar os erros e as deficiências dos outros. Estes erros podem ser as deficiências na pratica da religião de uma pessoa – alguém cometendo um pecado – ou pode estar na forma em que essa pessoa nos trata. No primeiro caso, o que é necessário de nós é dar um conselho sincero a essa pessoa. Devemos ter um ardente desejo de tentar guiar nosso irmão ou irmã de volta para o que é correto.

Este fato foi relatado a partir da vida de nossos predecessores piedosos [Salaf As-Salihin] que dois irmãos na religião eram muito amigos, então um deles caiu em pecado. As pessoas incentivaram o homem piedoso a abandonar seu amigo pecador. Ele se recusou a fazer e disse: “Ele precisa de mim neste momento mais do que nunca precisou antes. Devo ajudá-lo suplicando a Allah para que retorne novamente da mesma forma como era antes”.

Quanto aos maus-tratos que podemos sofrer pelas mãos de outros, devemos esquecê-lo e lembrar que ninguém é perfeito e não podemos esperar de alguém que nunca vimos ou falamos o mau comportamento em qualquer momento.

6. Devemos suplicar pelos demais, tanto durante sua vida e depois da sua morte. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] disse: “A súplica de um muçulmano em segredo para o seu irmão será respondida. Existe um anjo acima da sua cabeça onde cada vez que é feita uma súplica para seu irmão, o anjo diz: Amin, e o mesmo para você”. [Sahih Muslim].

O companheiro de Abu Ad-Darda’ disse: “Faço súplicas para setenta de meus irmãos enquanto estou prostrado em oração”.

7. Devemos ser fiéis em nossos relacionamentos. Nossa fidelidade para com os outros é algo que devemos continuar mesmo após a morte de uma pessoa, mantendo o contato com os filhos e familiares desta pessoa querida. Seu amor por aquela pessoa foi destinado para a outra vida, porem se esse amor acaba quando a pessoa morre então, ele nunca realmente existiu.

É dito que uma fidelidade pouco depois da morte é muito mais preciosa do que uma montanha de fidelidade durante a vida.

8. Devemos ser mais fáceis em nossa convivência com as pessoas e não esperar muito deles. Não é bom sobrecarregarmos as pessoas com algo difícil ou estressante para ela. Imam Al-Fudail disse: “Muitas vezes, quando uma pessoa se afasta da outra, é devido o excesso de exigências que uma impõem a outra”. Quando as pessoas têm uma boa convivência e bom trato com as outras, aumenta o amor que existe entre elas.

Que Allah nos ajude a colocar estes princípios em prática em nossas vidas, e que Ele possa aumentar o amor que sentimos uns pelos outros pela Sua causa.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples