Lidar com argumentos e discórdias entre os muçulmanos na Internet

Palavras de aconselhamento » Relações Interpessoais

Um jovem muçulmano motiva-se religiosamente. Ele quer aprender sobre sua fé então, se volta para a Internet como uma fonte de conhecimento islâmico e como um local para encontrar uma comunidade muçulmana. Então, visita algumas páginas islâmicas e começa a seguir os debates em vários fóruns online de muçulmanos. E na verdade o que encontra é simplesmente um monte de críticas contundentes e pessoas tendo discussões entre si incessantemente. Inclusive proeminentes sábios possivelmente estão envolvidos nisso. Tudo isso desanima e desencoraja os jovens muçulmanos.

Todos nós, como muçulmanos, queremos ver esses problemas desaparecem. Queremos ver todos os muçulmanos juntos sem que concentrem toda atenção para si mesmo com suas ideologias e escolas de pensamento. No entanto, Allah criou o bem e o mal, assim como a fé e a descrença. E ainda há muito mais para se combater. Um muçulmano necessita de conhecimento e a compreensão da sua religião para percorrer e atravessar tudo isso. O próprio conhecimento correto nos acrescenta em fé e temor a Allah, nos tornando indiferentes às repreensões e os insultos daqueles que possuem más intenções.

Os argumentos rudes e as duras críticas que encontramos nos jovens muçulmanos envolvidos na internet não podem ser tomados como indicativo de verdadeiras diferenças entre os muçulmanos. Na internet, estamos lidando principalmente com personalidades desconhecidas. Nós não sabemos a identidade daqueles que estão participando de discussões online. Eles não devem ser tomados como representantes dos muçulmanos no mundo. Devido a isso, algumas das pessoas que estão ligadas na internet simplesmente não possuem escrúpulos, outras são totalmente despreocupadas sobre o que dizem ou escrevem, outras são puramente ignorantes e existem outras que realmente possuem motivos mal-intencionados.

Portanto, as únicas divergências que devemos nos preocupar são aquelas derivadas de pessoas com reconhecido saber e integridade. Quando encontramos diferenças entre os sábios conhecidos em sites confiáveis e seguros, precisamos ter em mente que as opiniões de todas as pessoas estão abertas a serem aceitas ou rejeitadas. A única exceção a isso é o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) naquilo que ele transmitiu da nossa religião, pois ela foi protegida de erros por Allah.

Devemos também ter em mente que, às vezes a causa de um desacordo pode ter ocorrido devido que algum sábio não possuía o conhecimento suficiente sobre um determinado assunto em particular naquele determinado momento. A pessoa pode não estar consciente de um texto específico sobre esse determinado assunto. Pode haver também certo desacordo sobre se um hadith é fraco ou autentico. Essa é a natureza das diferenças que ocorrem entre os sábios e estudantes de conhecimento islâmicos.

Quanto às diferenças encontradas entre outros, são frequentemente causadas por equívocos ou desejos pessoais. Tais diferenças são resolvidas quando os equívocos são desfeitos ou quando a pessoa coloca de lado suas paixões e preconceitos e logo retorna para a verdade.

Uma pessoa que não possui um conhecimento islâmico suficiente deve manter-se longe de todas estas divergências que ele encontra na Internet. A raiz desses argumentos não é de forma alguma parte da nossa fé. Na verdade, essa discórdia pode ter uma influência negativa sobre a fé de uma pessoa e pode levá-la a cair em algumas das noções falsas e conceitos errôneos que estão por trás de tudo isso.

Gostaria de oferecer os seguintes conselhos:

1. Esteja na companhia de pessoas religiosas, firmes e guiadas na verdade.

2. Participe de grupos de estudo com sábios de renome, bem informados e que possuem uma base sólida nos conhecimentos islâmicos.

3. Ouça palestras que incentivem as boas ações e alertam sobre os problemas  e conseqüência de cair no pecado.

4. Se esforce um pouco mais na memorização do Alcorão.

5. Ofereça mais atos e ações voluntárias. Mantenha as orações Sunnah prescritas juntamente com as cinco obrigatórias. Faça jejum voluntário todas segundas e quintas-feiras. Levante-se e reze no meio da noite. Certifique-se de rezar a oração do Witr. Participe na ajuda aos pobres e necessitados.

6. Adote a boa educação no tratamento com os outros. Seja sempre honesto. Cumpra suas promessas e cumpra a sua confiança.

7. Suplique a Allah com sinceridade. Uma excelente súplica é: “Ó Estabelecedor dos corações! Estabeleça que nossos corações sejam obedientes a Ti”. O Profeta (que a paz de Allah esteja com ele) disse:Os corações dos descendentes de Adão estão entre os dois dedos do Clemente como se todos fossem um só coração. Ele os muda como quer”. Então ele disse: “Ó Estabelecedor dos corações! Estabeleça que nossos corações sejam obedientes a Ti”. [Sahih Muslim – 2654].

8. Tome cuidado em não perder tempo com atividades que produzam pouco ou nenhum benefício. Nós só temos um tempo limitado à disposição de nossas vidas. Por que então devemos desperdiçá-lo?

9. Nunca devemos nós desesperar da misericórdia de Allah. Allah elevará a Sua palavra e dará apoio a Sua religião.

Tamim Ad-Dari falou que ouviu o Mensageiro de Allah (que a paz de Allah esteja sobre ele) dizer: “Este assunto chegará até aos confins do dia e da noite. Allah não deixará uma casa de tijolos de barro ou numa tenda de pele de camelo sem que nelas entrem a Sua religião – tornando assim alguns poderosos (aceitando) e outros miseráveis (não aceitando). O poder virá de Allah que lhe fortalecerá com o Islam e a miséria virá de Allah que lhe rebaixará com a incredulidade”.

Tamim Ad-Dari costumava dizer depois: “Eu com meus próprios olhos em minha própria casa. Vi a bondade, honra e a força surgir dentre aqueles que abraçaram o Islam, e vi aqueles que rejeitaram o Islam cair na fraqueza, desonra e desgraça”. [Musnad Ahmad – 16509].

10. Leia livros e artigos que discutem a questão de divergências entre os muçulmanos e como lidar com esses desacordos.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples