Cantar e dançar em festas

Nº: 9290

Que tipo de música é permitido para a mulher dançar [em casamentos em que os homens não estão presentes]? É somente música islâmica? Com apenas daff [tipo de tambor]? Quais são os temas da música admissíveis?


Louvado seja Allah.

Em primeiro lugar:

No que diz respeito à música, a decisão é como explicamos na questão nº. 5011 [não traduzida], onde afirma que é haram [ilícito] tocar instrumentos musicais. Aqui explicaremos algumas coisas que são permitidas somente para as mulheres.

Em segundo lugar:

É admissível que as mulheres toquem o “daff” e cantem canções admissíveis em ocasiões permitidas, tais como ‘id, celebrações e afins.

Xeique Al-Albani [que Allah tenha misericórdia dele] disse:

É admissível que ele – o noivo – permita às mulheres anunciar o casamento tocando daff apenas, cantar músicas admissíveis em que não tenha a descrição de beleza ou menção de frases imorais… então ele mencionou as provas para isso. [Adaab Az-Zafaaf, pág. 93].

A evidência de que o xeque mencionou é:

Foi narrado que Al-Rubaii’ bint Mu’auuidh disse: “O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) entrou no dia do meu casamento e sentou-se no meu colchão da mesma forma que você está sentado agora, e as jovens estavam batendo daff e cantando sobre seus pais que tinha sido morto na batalha de Badr, até que uma garota disse: E entre nós um profeta que sabe o que vai acontecer amanhã. O Profeta (que paz e as bênçãos de Allah estejam com ele) disse: Não diga isso, porem diga as outras coisas que estavas dizendo antes”. [Narrado por Al-Bukhari, 3700].

Foi narrado de ‘Aisha levou uma mulher na noite de núpcias para um homem dentre os Ansar e o Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) disse-lhe: “Ó Aisha, houve algum entretenimento [Na reunião]? Os Ansar adoram um entretenimento”. [Narrado por Al-Bukhari, 4765].

Foi narrado que Abu Ishaaq disse: Ouvi o ‘Amir ibn Sa’d Al-Bajali dizer: Vi Zabit ibn  Thaabit ibn Wadi’ah e Qarazah ibn Ka’b Al-Ansari em um casamento e lá estava cantando. Falei com eles sobre isso e disseram que uma concessão foi dada permitindo cantar em casamentos e chorar pelos mortos enquanto não houver lamentações. [Narrado por Al-Baihaqi, 14469].

Foi narrado que Muhammad ibn Haatib Al-Jamahi disse: “O Mensageiro de Allah [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: A única coisa que diferencia haram e halal é a batida do daff e as vozes”. [Narrado por At-Tirmidhi, 1008; An-Nasaa’i, 3316; Ibn Maajah, 1886. Classificado como Hasan por Al-Albani, em Adaab Az-Zafaaf, pág. 96].

Isso é o que se permite para as mulheres fazer referente ao cantar em casamentos. O único instrumento musical que é lícito para elas é o “daff”, e não outros, como o “tabl”. A diferença entre eles é que o “tabl” é coberto em ambos os lados enquanto o “daff” está aberto de um lado e coberto do outro.

O Comitê Permanente de fatua disse:

Com relação aos tipos tabl e outros instrumentos musicais, não são permitidos usá-los com anashiid, porque o Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] e seus companheiros [que Allah esteja satisfeito com eles] nunca fizeram isso [Fataua, nº. 3259, datado de 13/10/1400 Hégira].

O xeique ‘Abd Al-Aziz ibn Baaz [que Allah tenha misericórdia dele] disse:

“No que diz respeito ao tabl, não é permitido tocá-lo em casamentos, não obstante, unicamente o daff deve ser usado”. [Fataua Islamiiah, 3/185].

O xeique Ibn ‘Uthaimin disse:

“O tambor que está coberto em ambos os lados é chamado de tabl, sendo ele inadmissível porque é uma espécie de instrumento musical e todos os tipos de instrumentos musicais são haram [ilicito], exceto para o qual há provas de ser halal [licito], que é o daff em casamentos”. [Fataua Islamiiah, 3/186].

Em terceiro lugar:

Com respeito da dança, não é admissível na frente dos homens, não mahrams, mahrams ou mulheres, por causa da fitnah que podem causar devido aos movimentos do corpo. É bem sabido que as mulheres podem sentir desejo pela outra, e mesmo se isso não for o caso, não existem garantias de que uma delas vá até seu marido e descreva o que viu narrando a beleza da dançarina e seus movimentos, então isso pode afetar os homens e pode causar um grande prejuízo. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam com ele] proibiu tais coisas.

Foi narrado que ‘Abdallah ibn Mas’ud [que Allah esteja satisfeito com ele] disse: “O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: Nenhuma mulher deve olhar para outra mulher e em seguida, descrevê-la para seu marido de modo como se ele pudesse vê-la [na sua frente]”. [Narrado por Al-Bukhari, 4839].

Nos primeiros dias do Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] permitiu que os homens afeminados ficassem junto com as mulheres, mas quando viu um deles descrevendo as mulheres e divulgando seus segredos, ele os proibiu de fazer isso.

É narrado de Umm Salamah [que Allah esteja satisfeito com ela]: “O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele], foi até a mim e tinha um homem afeminado comigo. Ouvi dizer que Abdallaah ibn Abi Umaiah, Ó Abdallah, se Allah permitir que você conquiste At-Ta’if amanhã, deves procurar a filha de Ghailaan… então ele a descreveu. O Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: Essas pessoas não deveriam estar contigo”. [Narrado por Al-Bukhari, 3980; Muslim, 4048].

Os movimentos sedutores de uma mulher são parte de sua ‘aurah, não é permitido que mostre isso para alguém além do seu marido.

O xeique Ibn ‘Uthaimin Shaykh Ibn [que Allah tenha misericórdia dele] disse:

“A dança é makruh [detestável] a princípio, mas se for feito da maneira ocidental ou imitando as mulheres kaafirs [incrédulas], então se torna haram [ilícito], porque o Profeta [que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele] disse: “Quem imita um povo é um deles”. Além disso, por vezes, leva a fitnah, pois a dançarina pode ser uma mulher jovem e bonita, então as outras mulheres são tentadas. Mesmo se ela está entre as outras mulheres, estas outras podem fazer coisas que indicam que elas são tentadas por ela. E o que é uma causa de fitnah não é permitido”. [Liqa’ Al-Baab Al-Maftuh, q. 1085].

E ele disse:

No que diz respeito à dança por parte das mulheres, é uma má ação e não podemos dizer que é lícita, porque temos ouvido falar de incidentes ocorridos entre mulheres devido a disso. É ainda pior se isso for feito pelos homens, pois os homens estariam imitando as mulheres e o mal envolvido é bem conhecido. Se a dança é feita para um grupo misto de homens e mulheres, como alguns tolos fazem, isto é ainda pior devido a mistura de sexos e grande fitnah envolvida especialmente quando isso é feito em uma festa de casamento”. [Fataua Islamiiah, 3/187].

Em quarto lugar:

Com relação às palavras admissíveis nas canções, elas não devem conter nenhuma descrição que seja haram [ilícito], ou provocar desejo, ou palavras que são proibidas pela Shari’ah, ou inovando algumas adhkaar [recordações] e outras coisas ilícitas.

Existem coisas admissível suficientes que pode ser cantadas, como incentivar os bons costumes, a busca do conhecimento, deixar as coisas haram [ilícitas] e assim por diante.

O Comitê Permanente de Fatua disse:

Você esta correto na sua decisão em que as canções do tipo modernas são haram [ilícitas], pois incluem palavras imorais e coisas que não são boas, elas incluem o ocioso e a provocação do desejo sexual, a promiscuidade, e a voz têm uma qualidade motivadora para os maus pensamentos na mente do ouvinte. Que Allah nos ajude e que você faça o que Lhe agrada.

É permitido substituir essas músicas com nashids islâmicos que contenham jurisprudência, exortação e ensinos que aumentam o interesse e o orgulho das pessoas em sua religião, promover sentimentos islâmicos, retirar as pessoas do caminho e de tudo que encaminha a ele. [Fatua nº. 3295, datado de 13/10/1400 Hégira].

E Allah sabe mais.

Islam Q & A


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples