Palavras de Aconselhamento » Devoção e Piedade

A insatisfação com a nossa sinceridade na adoração e com os nossos esforços para com a nossa fé é geralmente uma boa coisa. Inspira-nos a um maior esforço, numa profunda convicção e uma firme vontade de agradar ao nosso Senhor. Impede-nos de ser orgulhosos e arrogantes, nos impede de olhar de cima a baixo os demais quando vemos seus defeitos e deficiências.

Às vezes, porém, esses sentimentos ultrapassam seus limites e podem mudar tornando-se destrutivos, principalmente quando se começa a sentir que a adoração feita por nós – seja ela qual for – não é boa o suficiente para contar com a aceitação de Allah. Isso pode facilmente levar-nos a estrada escura do desespero, onde começamos a sentir que nunca seremos perdoados e que não poderemos alcançar a salvação.

Esses sentimentos nos privam da paz de espírito, da tranquilidade e do prazer encontramos na adoração a nosso Senhor. Isso pode finalmente conduzir-nos a negligenciar nossos deveres religiosos.

Existem muitas razões pelas quais nós podemos sofrer com estes sentimentos. Às vezes, o nosso sofrimento é o resultado de ouvir as bem intencionadas admoestações, porem equivocadas, daqueles que desejam incitar-nos a maior devoção em nossa adoração. Tantas vezes nos dizem como é impossível de atingir a verdadeira sinceridade e de como é difícil praticarmos atos de justiça que Allah poderá aceitar.

Temos que perceber – e manter em nossos corações com a maior convicção – que Allah é misericordioso e que Sua misericórdia é imensa. Na verdade, Ele prometeu aos seus servos que Ele irá recompensá-los com a melhor das recompensas.

Allah diz: “Então, quem tiver feito o bem do peso de um átomo irá vê-lo”. (Surat Az-Zalzalat 99: 7).

Ele diz: “Quem faz todo o ato de justiça e tem fé, seu esforço não será rejeitado. Vamos gravá-lo em seu favor”. (Surat Al-Anbiia 21: 94).

Allah é mais o generoso. Sempre que promete algo, Ele cumpre sua promessa, mas sempre quando algo ameaça, Ele se apressa em perdoar.

Devemos considerar como Allah muitas vezes no Alcorão fala de Sua misericórdia. Na verdade, quando lemos o Alcorão, precisamos refletir sobre as palavras como as que seguem:

“Mas o Senhor é Indulgente, Misericordiosissimo”. (Surat Al-Kahf 18: 58).

“Minha Clemência abrange todas as coisas”. (Surat Al-‘Araf 7: 156).

“Diga: Vosso Senhor é Clementíssimo”. (Surat Al-An’am 6: 147).

Isto é muito importante, porque às vezes o pessimismo sobre a nossa adoração surge como resultado de alguma má ação que cometemos. Satanás se aproveita desta oportunidade para sussurrar em nossos corações dizendo que não merecemos a misericórdia de Allah, levando-nos assim ao desespero. Temos de procurar refúgio em Allah a partir deste engano, e não sucumbir a ele. Em vez disso, precisamos retornar sinceramente a Allah e pedir o seu perdão, tendo a confiança no conhecimento de que Allah perdoa todos os pecados.

Allah diz: “Dize: Ó meus servos, que se rebelaram contra as suas almas! Não desespereis da misericórdia de Allah. Em verdade, Allah perdoa todos os pecados. Porque Allah é Indulgente, Misericordiosíssimo”. (Surah Az-Zumar 39: 53)

Não há pecado que não seja perdoado, exceto de uma pessoa que morre no politeísmo.

Allah diz: “Allah não perdoa alguém que Lhe associe, for isso perdoa a quem Lhe agrada”. (Surat An-Nisa-a 4: 48).

Allah ama aqueles que voltam Ele em arrependimento, e quando seu servo se arrepende a Ele O agrada imensamente. Allah diz: “Allah ama aqueles que por sua vez voltam a Ele arrependidos, e Ele ama aqueles que se purificam”. (Surat Al-Baqarat 2: 222).

Isso deve encorajar-nos a pedir a graça de Allah, sabendo que Ele nos ama ao fazer-la.

O Profeta (que a paz de Allah esteja com ele) disse: “Allah está mais satisfeito com o arrependimento dos Seus servos quando ele se arrepende, como aquele que tivesse pedido sua montaria durante a viagem em terra estéril enquanto ele levava sua comida e bebida. Então, perdidas as esperanças de encontrá-la caminha até uma árvore ficando ali sentado a sua sombra desesperançoso de nunca mais vê-la novamente então, logo vê sua montaria em pé diante dele”. (Sahih Muslim).

O Profeta (que a paz esteja sobre ele) disse: “Juro por aquele cujas mãos está a minha alma. Se não fosse pelo pecado, Allah acabaria com um povo e faria outro povo que cometesse pecados para que eles depois buscassem o perdão a Allah, para que assim Ele pudesse perdoá-los”. (Sahih Muslim).

Devemos voltar para a Sunnat do nosso amado Profeta (que a paz de Allah esteja com ele) e ler sobre o perdão de Allah. Devemos lembrar que Allah perdoou uma prostituta – uma mulher que vivia da venda de seus favores sexuais – devido a uma pequena misericórdia que ela demonstrou a um cachorro. Então, como será para aquele que se esforça em fazer correto?

Temos de acelerar as nossas boas ações com o otimismo de que elas serão bem recebidas e aceitas.

O Profeta (que a paz de Allah esteja com ele) nos fala que Allah disse: “Aquele que vem com uma boa ação será dada dez vezes o seu valor ou até mais, e aquele que vem com uma má ação será recompensado com o seu valor ou irei perdoá-lo. Aquele que se aproxima de Mim um palmo, irei ate ele a medida de um antebraço. Aquele que se aproxima de Mim o comprimento de um antebraço, irei ate ele a medida de dois braços estendidos. Aquele que vem a Mim caminhando, irei ate ele correndo. E aquele que vem até a Mim com o peso da Terra em pecados, sem associar qualquer coisa Comigo, irei até ele com perdão de igual medida”. (Sahih Muslim)

Não devemos nos desesperar. “E quem desespera da misericórdia do seu Senhor, salvo aqueles que estão perdidos?” (Surat Al-Hijr 15: 56).

Vejam! Aqui está algo que precisamos realmente ter medo.

“Quem dentre nós quer estar entre aqueles que estão perdidos!?”


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples