Capitulo 2
Perguntas relacionadas a ‘Aqidat (crença)

A decisão sobre a Visita as Tumbas e a Utilização delas como meio de aproximar-se de Allah

Pergunta:

Qual é a decisão sobre a visita nas tumbas buscando se aproximar de Allah por meio destas, utilizando a ovelha (sacrifício) e a riqueza, como por exemplo ao visitar os mausoléus de Sa’id Al Badawi, Husain, Sayidah Zainab [1]. Beneficie nos e que Allah te recompense.

Resposta:

A visita as tumbas são de duas classes. A primeira classe é legalmente aprovada e desejada. Esta visita as tumbas a fim de fazer suplicas [2] para o defunto e pedir para que Allah os facilite nesse período, e também, para recordarmos da morte e nos preparar para a Outra Vida. Isto é baseado no hadith do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele):

“Visitem as tumbas já que recordam a Outra Vida [3]”.
(relatado por Muslim, Ahmad, An Nassa’i, Abu Dawud e Ibn Majah)

O Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e seus companheiros visitavam os túmulos. Sem duvida está pratica é somente para os homens e não para as mulheres. Enquanto as mulheres, não esta aprovada que eles visitem os túmulos. E ainda mais, deve prevenir à visita aos túmulos, porque é confirmado pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) que amaldiçoou aquelas mulheres que visitam os túmulos [4]. Isto é devido, pois é uma dificuldade para elas. É também devido a seu comportamento, pois seria um problema para os demais devido a pouca paciência e a grande tristeza que as assolam. Portanto, não aprovado legalmente a visita de mulheres nas tumbas. Isto também esta confirmado no Sahih de Umm Attiyah que disse: “Fomos proibidas de seguir a procissão funerária, porem não era estritamente aplicado a nós”.  Isto demonstra que era proibido para elas seguir o funeral ao tumulo devido o temor que seria uma aflição para elas, ou por sua pouca paciência. O erro é que se existe uma ordem contra algo, ela se torna uma proibição. Isto porque Allah disse:

“Aceitai, pois, o que vos der o Mensageiro, e abstende-vos de tudo quanto ele vos proíba”.
(Alcorão 59: 7)

Enquanto ao rezar para morto (como na oração fúnebre), isto é aprovado para, homem e mulher. Isto tem têm sido autenticamente reportado no hadith do Mensageiro de Allah (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) e reportado pelos companheiros.

Sobre seguir a procissão funerária, a declaração de Umm Attiyah, “porem isto não foi estritamente aplicado a nós”, não é evidencia de que é permissível que a mulher siga o corpo na procissão funerária. Isto porque a proibição veio do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) tornando assim, o ato proibido. Sua declaração “porem isto não foi estritamente aplicado a nós” pode ter sido baseada em seu próprio raciocínio e o no que ela suspeitava ser o correto, porem seu raciocínio pessoal não pode ser aceito devido a ele contrariar a Sunnah.

O segundo tipo de visita é na forma de heresia. Esta é a visita feita as tumbas para oferecer orações ao defunto e pedir para ele ajuda, ou para oferecer lhes sacrifícios ou juramentos em seus nomes. Isto é um pecado e é uma forma de Shirk Maior [5]. Buscamos refugio em Allah. Em conjunto a isso também temos o ato de visitar as tumbas para oferecer suplicas, ler o alcorão ou rezar no cemitério. Tudo isso são heresias. Estes tipos de visitas não estão legalmente aprovados, sendo um dos caminhos que levam ao Shirk.

Por fim, existem três tipos de visitas:

A primeira é legalmente aprovada. Isto é quando uma pessoa visita a tumba e suplicar pelo/para o e defunto e recordar a morte.

O segundo tipo é quando é feita uma visita no cemitério para recitar o Alcorão, rezar no local (cemitério), fazer sacrifícios no local. Estes atos são heresia e tais ações conduzem ao Shirk.

O terceiro tipo é quando uma pessoa visita os túmulos para fazer sacrifícios em nome do defunto a fim de aproximar-se mais dele, rezando ao morto em vez de rezar para Allah, para que assim obtenha um beneficio, ajuda, ou vitoria por parte do morto. Todos estes atos são Shirk maiores. Buscamos refugio e segurança em Allah de todos estes atos. A pessoa deve ter cuidado e ser cauteloso destas visitas inovadoras. Não importa se a pessoa a quem se reza é um Profeta, uma pessoa piedosa ou qualquer outro. Entram nessa categoria o que alguns ignorantes fazem quando visitam a tumba do Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) suplicando para ele e buscando sua ajuda. Também se inclui o que as pessoas fazem nas tumbas de Husain, Badawi, Abdul Qader Al Jiilani ou outros.

Allah é o Único, e a Ele buscamos ajuda.

Shaikh bin Baaz
Seleção de fatawa para mulheres


[1] A pergunta se refere a pratica comum em muitas partes do mundo muçulmano. Os três mausoléus mencionados na pergunta estão localizados no Egito. O povo visita oferecendo-lhes riquezas e sacrifícios de animais pensando ao honrar o defunto dessa forma lhes aproximam de Allah e faz com que Allah fique comprazido com eles.

[2] A suplica é toda formula ensinada pelo Profeta (que a paz e as bênçãos de Allah estejam sobre ele) sobre um determinado fato, ato ou ação; enquanto o pedido é algo não formal buscando ajuda de algum assunto. (equipe Unicidade e Luz)

[3] Parte deste hadith relatado por Muslim, Ahmad, An Nassa’i, Abu Dawud e Ibn Majah com esta ultima parte sendo “morte em vez de “a Outra Vida”, Ibn Majah também relata algo similar com a ultima palavra sendo “a Outra Vida”.

[4] Isto esta em um hadith relatado por At Tirmidhi, An Nasa’i, Abu Dawud, Ibn Majah e Ahmad.

[5] “Forma de Shirk Maior” significa que o ato dada as circunstancias, te retira as filas do Islam.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples