Artigos do Xeique » Culto e Devoção

Cada parte do corpo tem algum ato de adoração a realizar.. Tomemos os olhos como um exemplo. Os olhos adoram a Allah, olhando o que foram ordenados a olhar.

Allah diz: “E não olharam para o reino dos céus e da Terra”. (Surat Al ‘Araf 7: 185).

Ele também diz: “Dize-lhes: Viaje través da Terra e olhe qual foi o fim dos que rejeitaram a fé”. (Surat Al An’am 6: 11).

Usar o dom da visão pode ser um ato de adoração. É o culto em olhar para a Criação de Allah e maravilhar-se com sua perfeição. Trata-se do culto de usar os olhos para ler e adquirir conhecimento.

Os ouvidos também têm os seus atos designados de adoração. Eles estão acostumados a ouvir o que agrada a Allah, como a recitação do Alcorão, a lembrança de seu nome, bem como a aquisição do conhecimento. É por isso que Allah diz: “Certamente a audição, a visão, o coração, todos esses serão questionados”. (Surat Al Isr’a 17: 36).

O Profeta (paz esteja com ele) disse-nos que Deus diz: “Meu servo continua se aproximando de Mim com os atos voluntários até que Eu O ame, e se Eu O amo, Eu Me tornei sua audição pelo que ele ouve, e sua visão pela qual ele vê”. (Sahih Al Bukhari 6502). A essa pessoa lhe é dada a atenção de sua audição e sua visão somente com aquilo que agrada a Allah.

As mãos têm a sua adoração ao fazer o bem. Elas dão a caridade e participam em inúmeras obras boas. São usadas para a prevenção do mal. O Profeta (que a paz esteja com ele) disse: “Quem dentre vós vê algo de errado sendo feito, deverá alterá-lo com as mãos. Se não puder fazer isso, então com a língua. Se não puder fazer isso, então pelo menos com seu coração, e este é o mais fraco da fé”. (Sahih Muslim 49).

Cumprimentando os outros dando aperto de mãos é adoração, já que isso apaga os pecados e purifica o coração.

Até mesmo os pés devem compartir partes da adoração designadas a eles. Com eles, o adorador caminha para as orações diárias na mesquita e para oração de sexta-feira. Allah diz: “Em verdade, Somos Nos que damos a vida aos mortos e Registramos suas ações e seus rastros que deixam para trás.” (Surat Ya-Sin 36: 12).

Quando a tribo dos Banu Salamah pretendiam se mudar para estar mais perto da Mesquita do Profeta (que a paz esteja com ele), ele disse a eles  para que ficassem em suas casas, explicou-lhes que cada passo que dado enquanto caminhavam até a mesquita é anotado por Allah, dizendo: “Suas casas registram os rastros que vocês deixam para trás”.(Sahih Muslim 665).

E Allah no Alcorão descreve como essa gravação ocorre “em um Livro… onde o meu Senhor jamais erra e nem Se esquece.” (Surat Ta-Ha 20: 52).

Allah também diz: “Ele é quem fez a Terra transitável, para caminhar por suas extensões…”. (Surat Al Mulk 67: 15) Atravessando a Terra para refletir sobre as lições que podem ser encontradas nela é a adoração que os pés fazem nela.

Da mesma maneira que são mencionadas as devoções dos membros, assim também é com os seus pecados. O pecado dos olhos é para eles o olhar para as coisas proibidas. O pecado dos ouvidos e para eles o escutar a calúnia, difamação, fofocas, insultos, músicas e tudo aquilo que desagrada a Allah. O pecado da língua se encontra no falar calúnias, as difamações, ao praguejar e ao ridicularizar os crentes. O pecado para as mãos é roubar, abusar dos outros, e transgredir contra os muçulmanos. O pecado dos pés é caminhar no sentido do pecado, quer seja em casa, no mercado, ou em uma terra estrangeira. Todos esses são os pecados dos membros.

A língua é um dos mais grandiosos órgãos do ser humano, desde que as suas devoções incluam atividades nobres como a lembrança e o louvor a Allah, a recitação do Alcorão, ordenar o que é certo, e proibir o que é errado.

De tudo isto, podemos ver por que as orações formais são uma das maiores formas de adoração, já que estas exigem cada parte do corpo.

Os olhos participam na adoração, fixando o seu olhar sobre o lugar onde a testa será colocada durante a prostração.

Os ouvidos participam na adoração durante a oração, ouvindo a recitação do imam com uma concentração silenciosa. Allah diz: “Quando o Alcorão é recitado, ouve-o atentamente e em silêncio na esperança de receber a misericórdia”. (Surat Al Ar’af 7: 204).

O Profeta (que a paz esteja com ele) disse: “Quando o imam esta recitando, escute-o em silêncio”. (Sahih Muslim 404).

Os braços e as pernas participam na adoração quando a pessoa está envolvida na oração, inclina-se, prostra-se e se senta. A língua se engaja na adoração por recordar e glorificar a Allah e quando recita o Alcorão.

Desta forma, o corpo inteiro se humilha perante Allah e se dedica a Sua adoração, fazendo da oração uma das maiores formas de adoração.

Embora os membros realizem todos estes atos de adoração que descrevemos, nossa adoração só tem valor na medida em que o coração é sincero e dedicado.

É por isso que, apesar da enorme virtude da oração, Allah dirige o seguinte severo aviso para algumas das pessoas que rezam: “Ai, pois, as pessoas que rezam, que estão desatentas sobre suas orações, que querem por ostentação só querem ser vistos, e se recusam a fornecer ajuda”. (Surat Al Ma’un 107: 4-7).

Isso nos permite saber o que importa, não é apenas o movimento fora da oração, já que as pessoas que estão sendo abordadas por estes versos são descritos como pessoas que realizam suas orações. Embora orem, são ameaçados com a desgraça, o que significa que eles terão de enfrentar o castigo na outra vida. Isso porque apenas realizaram as orações com seus corpos, enquanto que seus corações estavam desprovidos de humildade e devoção. Seus corpos estavam enfileirados nas mesquitas nas fileiras dos adoradores. Seus rostos estavam voltados para Makka. Seus corações, no entanto, foram direcionados para outra coisa, apenas para conseguir a gloria dos homens e ganhar sua confiança ou atingir algum benefício do mundo.

Allah descreve essas pessoas com as seguintes palavras: “Quando ficam de pé para a oração, levantam-se preguiçosamente para serem vistos pelos homens, porem poucos se lembram de Allah”. (Surat An Nisa-a 4: 142).


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples