A Moderação
e sua influencia na vida dos muçulmanos

Conferencia oferecida por sua eminência:

Salih Ibn ‘Abd-Al-‘Aziz Ibn Muhammad Ibn Ibrahim Al-Sheij

Ministro de Assuntos Islâmicos, Divulgação e Orientação do Reino de Arábia Saudita

Conferencia oferecida na Universidade Islâmica Imam Muhammad ibn Saud, na cidade de Riyadh em 23-3-1423 H.


Introdução

Agradeço a Allah por Suas constantes graças e bênçãos, e testemunho que não existe deus exceto Allah, único, e que Muhammad é Seu Mensageiro, que Allah lhe envie sua paz e bênçãos a ele, sua família e seguidores.

O tema deste artigo é a moderação e sua influência na vida dos muçulmanos. É uma questão que pertence ao Islam já que Allah, Exaltado seja, descreve ao nosso povo como um povo moderado, dizendo-nos no Alcorão: “Fizemos de vocês uma comunidade moderada e justa, de modo que fossem testemunhas perante a humanidade [da chegada dos Profetas anteriores], assim como o Mensageiro será testemunho para vós”. (Alcorão 2: 143).

Alem disso, todos os livros escritos por muçulmanos sunnitas e as coletâneas de Hadith enfatizam o fato de que o povo muçulmano é moderado, e que o caminho correto é a moderação mantendo-se assim longe dos extremismos.

Características do caminho da moderação

As características da moderação foram estabelecidas pelos textos islâmicos e manifestadas pelo Profeta, seus seguidores e os Salaf Salihin (predecessores piedosos). O Alcorão afirma que a moderação é a característica da lei islâmica (Shari’at), descrita como cheia de tolerância e sem qualquer dificuldade. Allah, Exaltado seja, diz no Alcorão: Ele os escolheu [para que sigam Sua religião] e não os prescreveu nada que não podeis cumprir”. (Alcorão 22: 78). Também disse em outro versículo: Allah não quer impor-vos nenhuma carga. (Alcorão 5: 6)