A moderação do Islam comparada com outras religiões

A moderação tem muitos aspectos em relação à aplicação prática de sua teoria.
O Islam é o meio termo entre as religiões. Aqueles que contemplam a fé islâmica descobrirão que ela adota um caminho que está situado em um meio termo entre as outras religiões. O Islam é o meio termo entre o judaísmo e o cristianismo, zoroastrismo e budismo, e as leis romanas de regime autocrático.

O Islam recomenda a moderação em todos os costumes e negócios, e prega uma boa moral. Allah, Exaltado seja, descreveu Seu Profeta dizendo: “Porque és de nobilíssimo caráter”. (Alcorão 68: 4). O Islam não prega que ignorar a dignidade e os direitos próprios seja uma boa conduta moral. Pelo contrário, prega a moderação entre a tolerância e a retidão. Quando for necessário, é preferível ser rigoroso, mas também é necessária a tolerância para ambos, tanto para os muçulmanos quanto aos não muçulmanos. A posição correta é aquela que está entre ambas. Comparado com as outras religiões, o Islam prega a moderação nos negócios, diferente daquelas religiões que consideram licitas todos os tipos de usura, mesmo aquelas que envolvem uma injustiça, e aquelas que proíbem tudo, mesmo nos casos em que a pessoa ganha dinheiro através do trabalho. O Islam encoraja o comércio, o trabalho e o investimento de dinheiro, desde que não envolvam qualquer tipo de injustiça.

No que diz respeito à fé e os mandamentos de Allah, Exaltado seja, e Seu Mensageiro, o Islam apóia a moderação. No que diz respeito ao monoteísmo, apóia a moderação entre aquelas pessoas que atribuem parceiros a Allah e aqueles que se afastam disso, acreditando que todos são monoteístas, independentemente das suas ações. O Islam chama para o monoteísmo e a crer somente em Allah. O Alcorão diz: “Certamente temos revelado o Livro com a Verdade; adora a Allah com sincera devoção”. (Alcorão 39: 2).

Ele também diz: “Seu Senhor decretou que não adoreis a ninguém exceto Ele, e que você sejais benevolentes com vossos pais”. (Alcorão 17: 23).

Portanto, adorar a Deus e ser sincero é o maior princípio do Islam e sua legislação (Shari’at).