Aconselhamentos > Criança & Familia

É comum que crianças pequenas em idade escolar, ao passo que estão crescendo e aprendendo sobre o mundo ao seu redor, tornem-se bastante interessadas em palavras estranhas cujos significados são desconhecidos para elas. Elas começam a fazer perguntas mais difíceis e embaraçosas, especialmente se eles acham que as respostas a essas perguntas irão abrir as portas para novos mundos inexplorados até então desconhecido para elas.

Uma das perguntas mais freqüentes e embaraçosas nas sociedades muçulmanas é: Por que somente as mulheres casadas têm filhos?

Estaremos retornando a esta questão mais tarde, depois de discutir as diferentes estratégias que os pais utilizam para lidar com tais questões.

Péssimas estratégias – o que não fazer:

O desconforto que as mães e os pais sentem quando confrontados com essas questões varia de pai para pai. Alguns pais recorrem a mentiras para evitar ter que explicar algumas questões sensíveis. No entanto, raramente consegue-se satisfazer a curiosidade da criança. De fato, isto muitas das vezes só faz com que a criança procure a resposta correta com maior entusiasmo e, a partir de fontes que estejam ao seu alcance. Esta dedicação em descobrir a resposta pode tornar a criança vulnerável a más influências entre os seus pares, alguns dos quais ficarão mais do que feliz em lhe fornecer respostas a todas as perguntas que vêm em sua cabeça. Deveria ser óbvio para todo mundo como isso é perigoso.

Outros pais tentam uma estratégia diferente. Eles repreendem a criança por perguntar sobre essas coisas e tentam intimidar ela para evitar essas questões no futuro. Isto, naturalmente, só torna a criança mais determinada do que nunca para descobrir a resposta. Ela fará o que puder para aprender esse “conhecimento proibido”. Esta é a natureza humana. Somos todos curiosos, e aquilo que é proibido para nós se torna muitas vezes o mais intrigante, justamente por tal coisa ser proibida. Esta estratégia é muito equivocada. Obviamente, a criança vai agora simplesmente esconder o interesse desse assunto dos seus pais. Além disso, a forma de tratamento de seus pais com ele em relação a pergunta, provavelmente prejudicará mais a sua auto-estima. Ele vai se sentir insuficiente e sem importância. Isto provavelmente fará com que ele se comporte de uma maneira imprópria.

Uma boa estratégia:

A melhor estratégia é a resposta na forma mais simples e discreta possível – porem de forma honesta e direta e sem rodeios.

Aplicando esta estratégia:

Voltemos ao nosso exemplo: “Por que só as mulheres casadas têm filhos?”

Seguindo a estratégia de honestidade com sabedoria, poderíamos dar a seguinte resposta:

“Meu filho. Uma mulher sozinha não é capaz de ter filhos. É necessário um homem que se case com ela para ajudá-la ter filhos. Allah ordenou isso e temos que obedecer a Allah. Temos que ouvir a Allah mais do que ouvir os nossos próprios pais. Você sabe que quando papai e mamãe falam para não fazer algo ou que não pode levantar algo sozinho, você tem que ouvir. Certo? Bem, Allah ordenou que homens e mulheres devem se casar se querem ter filhos, e todos devemos escutar a Allah”.

(Claro, a resposta exata irá variar dependendo do ambiente em particular que vive da criança.)

Desta forma, um pai pode dar uma resposta honesta é ao mesmo tempo delicada, assim como satisfazer a criança. A resposta é honesta e livre de mentiras. A criança não é repreendida, se não que sua pergunta é recebida com respeito e consideração. A criança sente que aprendeu algo e que possui auto-estima. Tudo isso vai ajudar a criança em seu desenvolvimento futuro.


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples