Capítulo 5

As condições do testemunho de fé

As condições que nós mencionaremos na continuação foram extraídas de diferentes citações Corânicas e relatos da Sunnah.

Os sábios mencionaram sete condições: Conhecimento, certeza, aceitação, submissão, veracidade, sinceridade pura, amor e alguns sábios agregam uma oitava: negação de toda a outra deidade. Esta última condição extraída do Hadiz: O Profeta (que a paz de Allah esteja com ele) disse:

“Quem testemunhe que não há mais deus que Allah e pare de adorar outro alem de Allah, seus bens e seu sangue você tornam-se sagrados e a Allah lhe corresponde julgar-lo”.

Que melhor explicação do significado de La ilaha illa Allah que esta! Já que deixa evidencia que não é suficiente somente pronunciá-la. É necessário saber seu significando, acreditar nele, não suplicar e/ou implorar a outra divindade junto a Allah, porque desta forma, o significado do testemunho não terá seu real significado. Até que a pessoa não acredite nas divindades fora Allah, (sem duvidar e emitindo sua opinião), seu sangue e seus bens não serão ainda sagrados.

Que melhor exemplo do que este?

O que pode elucidar mais claramente este assunto?

Que prova pode ser mais evidente?

Esta condição significa considerar nula e falsa toda adoração dedicada a outro que não seja Allah, e que rende culto a um ser criado sobre aquilo que só corresponde Allah, se encontra extraviado e na idolatria. Que tudo aquilo que é adorado em vez de Allah como: tumbas, mausoléus, ídolos, etc., é produto da superstição e da idolatria. Quem não tenha segurança sobre o desvio e incredulidade que comete estas ações, não é um autêntico um monoteísta, embora pronuncie que nada tem direito de ser adorado alem de Allah e dedica seus atos de adoração a Allah.

Quanto às sete condições, as enumeraremos como segue:

1. Conhecimento

Allah (Glorificado seja Ele) diz no Alcorão:

“Por outra, quanto àqueles que os orientam, Ele lhes aumenta a orientação e lhes concede piedade”.
(Alcorão 47: 19).

É narrado de ‘Uthman (que Allah esteja comprazido com ele) que o Profeta (que a paz de Allah esteja com ele) disse:

“Aquele que morre sabendo nada é digno de louvores exceto Allah entrará ao paraíso”.
(Registrado por Muslim).

O conhecimento ao qual se faz menção é o oposto da ignorância, quer dizer o conhecimento que leva a colocar em prática e a implementação de seu significando e ensinamentos em todos os aspectos da vida.

2. Certeza

A segunda condição da shahadah é a certeza ou al-yaqin. É o oposto da dúvida e da incerteza ou a mera consideração. Quer dizer, aquele que pronuncia o testemunho de fé deveria ter certeza completa em seu coração sobre a divindade de Allah e da profecia de Muhammad (que a paz de Allah esteja com ele). Isto significa negar a divindade de tudo que é adorado exceto Allah, como também negar a profecia de todos aqueles que eles afirmam ser profetas logo após Muhammad (que a paz de Allah esteja com ele). Que tenha dúvidas sobre esses conceitos não se beneficiará com o pronunciar do testemunho de fé. A prova desta condição nós encontramos nas palavras do Profeta :

“Quem encontra Allah (depois da sua morte) com o testemunho de que não existe nada digno de louvor exceto Allah e que eu sou o Mensageiro de Allah, sem duvida alguma sobre as condições da frase, entrará no Paraíso”.
(Registrado por Muslim).

Em outro Hadiz disse (que a paz de Allah esteja com ele):

“A quem encontres detrás deste muro diga-lhe que quem testemunhe que nada é digno de ser adorado exceto Allah com certeza em seu coração, tem a benção de ingressar no Paraíso”.
(Registrado por Muslim).

Allah (Glorificado seja Ele) elogiou os crentes no Alcorão do seguinte modo:

“Somente são fiéis aqueles que crêem em Allah e em Seu Mensageiro e não duvidam, mas sacrificam os seus bens e as suas pessoas pela causa de Allah. Estes são os verazes!”.
(Alcorão 49: 15).

E criticou os hipócritas por estarem cheios de dúvidas e incertezas:

“Pedir-te-ão isenção só aqueles que não crêem em Allah, nem no Dia do Juízo Final, cujos corações estão em dúvida e, em sua dúvida, vacilam”.
(Alcorão 9: 45).

Ibn Mas’ud (que Allah esteja comprazido com ele) em sua opinião disse:

“A paciência é metade da fé, e a certeza é a fé em sua máxima expressão”.

Quem tenha certeza nisto, suas ações serão uma adoração sincera a Allah e seguindo os ensinamentos do Profeta Muhammad (que a paz de Allah esteja com ele).

3. Aceitação

A terceira condição da shahadah é a aceitação ou al-qabul. Se uma pessoa tem o conhecimento e a certeza na shahadah, deve continuar com a aceitação, da palavra e coração, de tudo aquilo insinua a shahadah. Existem pessoas que negam aceitar a shahadah e suas condições, ainda tendo conhecimento e certeza, negando-se por orgulho ou inveja.

Essa é a situação de alguns monges judeus e cristãos que apesar de reconhecer a unicidade de Allah e a profecia de Muhammad (que a paz de Allah esteja com ele) negam seguir a mensagem do Islam.

“Muitos dos adeptos do Livro, por inveja, desejariam fazer-vos voltar à incredulidade, depois de terdes acreditado, apesar de lhes ter sido evidenciada a verdade. Tolerai e perdoai, até que Allah faça cumprir os Seus desígnios, porque Allah é Onipotente”.
(Alcorão 2: 109).

Os incrédulos sabiam sobre a unicidade de Allah e a veracidade de Profeta (que a paz de Allah esteja com ele), sem duvida por arrogância e orgulho não aceitaram.

É mencionado no Alcorão:

“Credes, acaso, em uma parte do Livro e negais a outra? Aqueles que, dentre vós, tal cometem, não receberão, em troca, senão aviltamento, na vida terrena e, no Dia da Ressurreição, serão submetidos ao mais severo dos castigo. E Allah não está desatento em relação a tudo quanto fazeis”.
(Alcorão 2: 85).

Allah (Glorificado seja Ele) também disse:

“Não é dado ao fiel, nem à fiel, agir conforme seu arbítrio, quando Allah e Seu Mensageiro é que decidem o assunto. Sabei que quem desobedecer a Allah e ao Seu Mensageiro desviar-se á evidentemente”.
(Alcorão 33: 36).

“Sabemos que te atribula o que dizem; porém, não é a ti que desmentem; outrossim, é os versículos de Allah que os iníquos renegam”.
(Alcorão 6: 33).


Unicidade e Luz
Explicando o Islam de forma clara e simples